Campeonato Brasileiro

Sport derrota a Ponte Preta e se afasta da zona da degola

Na abertura da 33ª rodada do Brasileiro, o Leão bateu os alvinegros na Ilha do Retiro.
Gazeta Esportiva27/10/2016 às 22h31

RECIFE - Eduardo Baptista voltou a Ilha do Retiro, desta vez como comandante da Ponte Preta, e sentiu na pele a força do Sport em sua casa. Nesta quinta, rubro-negros e alvinegros abriram a 33ª rodada do Campeonato Brasileiro e o Leão levou a melhor ao vencer por 1 a 0, com gol solitário de Rogério.

A vitória foi providencial para o Sport. Com o resultado, o time pernambucano chegou a 40 pontos e subiu momentaneamente para a 14ª posição, situação que pode mudar com os jogos de Coritiba e Internacional. A Ponte Preta, por sua vez, chegou a segunda derrota consecutiva e estacionou nos 45 pontos, na décima colocação.

O próximo compromisso das duas equipes pelo Campeonato Brasileiro será no final de semana dos dias 5 e 6 de novembro. No sábado, a Macaca receberá o Santos, no Moisés Lucarelli, às 21 horas (de Brasília). Já no domingo, o Sport visita o Grêmio, a partir das 17 horas (de Brasília).

Mesmo jogando fora de casa, a Ponte Preta começou pressionando o Sport e criou a primeira chance de perigo logo no primeiro minuto. Nino Paraíba cruzou da direita e William Pottker cabeceou à direta da meta defendida por Magrão. Os donos da casa responderam na marca de seis minutos, também com perigo. Rithely bateu da entrada da área e Aranha foi no canto direito para fazer a defesa.

A partida seguiu equilibrada, com as duas equipes jogando ofensivamente. O Sport voltou a assustar aos 12 minutos, em finalização de Rodney Wallace da entrada da área. Aranha defendeu. O Leão chegou novamente aos 38, com Rogério. O atacante aproveitou saída de bola errada da Ponte e tentou encobrir Aranha, mas mandou por cima do gol. Aos 42, a Macaca respondeu. Clayson recebeu de Rhayner pela esquerda da área e soltou a bomba, obrigando Magrão a fazer grande defesa.

Se a Ponte Preta começou melhor no primeiro tempo, o contrário aconteceu na etapa final. Mais ofensivo, o Sport abriu o placar logo aos oito minutos. Matheus Ferraz bateu para frente, Diego Souza desviou de cabeça e a bola ficou na direita com Rogério, que avançou em velocidade, invadiu a área e chutou cruzado, entre as pernas de Aranha, para colocar os donos da casa na frente.

O gol sofrido obrigou a Ponte a sair para o jogo. Aos dez minutos, Pottker aproveitou cruzamento da direita e desviou de cabeça, assustando Magrão. Aos 17, Reinaldo fez jogada individual e arriscou a finalização. A bola saiu por cima. Depois de suportar a pressão inicial, o Sport conseguiu levar perigo à meta de Aranha e quase ampliou. Aos 23, Diego Souza recebeu de Samuel Xavier, avançou em velocidade pela direita e, cara a cara com o goleiro, bateu para fora.

Mesmo com a vantagem no placar, os donos da casa não deixavam de atacar. Na marca de 28 minutos, Diego Souza teve mais uma oportunidade, desta vez de cabeça, porém mandou por cima do gol de Aranha. A Ponte Preta não conseguiu mais ameaçar a meta defendida por Magrão e amargou a segunda derrota consecutiva.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.