Futebol

Presidente do Flamengo dispara contra pênaltis a favor do Verdão

Toda a confusão começou após Fla-Flu da última quarta-feira.
Gazeta Esportiva17/10/2016 às 09h25

RIO DE JANEIRO - A polêmica da arbitragem no Campeonato Brasileiro promete ter muitos capítulos. Após a rodada de sua equipe neste domingo, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, voltou a abordar o tema e questionou a marcação de um pênalti a favor do Palmeiras, que venceu o Figueirense por 2 a 1 e abriu quatro pontos na liderança – aproveitando-se de um tropeço do próprio Rubro-Negro carioca contra o Internacional em Porto Alegre.

“Eu pretendia mostrar a alguns de vocês o pênalti que resultou no primeiro gol do Palmeiras, mas acho não, eu sei que não foi pênalti. Se isso foi pênalti, o Guerrero sofre uma dúzia de pênaltis por jogo”, disse o dirigente. “Aliás, falaram que também houve pênalti a favor do Figueirense hoje”, emendou.

Toda a confusão começou a partir do jogo da quarta-feira da semana passada entre Flamengo e Fluminense, com a anulação do gol que poderia ter dado o empate ao Tricolor carioca. No lance, a arbitragem comandada por Sandro Meira Ricci acertou ao apontar impedimento do zagueiro Henrique, mas houve a acusação de que uma interferência externa foi decisiva para a marcação do lance.

No dia seguinte, o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, convocou uma coletiva para reclamar da pressão sobre a arbitragem. O fato irritou a diretoria do Flamengo, que, de forma insistente, critica a postura do clube paulista.

“Vou fazer o que? Tem sido assim. E ainda temos que ouvir pessoas falar em pouca vergonha. As pessoas vão para a imprensa, convocam coletiva, mas o que ocorreu hoje não mancha o campeonato? Deixo para vocês da imprensa avaliarem”, disse Bandeira de Melo. “Se faço pressão sou incompetente, pois não consegui ser beneficiado em nenhum jogo”, completou.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.