Campeonato Brasileiro

De virada, São Paulo vence o Fluminense e se afasta da zona de rebaixamento

Com 39 pontos, a equipe paulista subiu para a 12ª posição do Brasileirão.
Gazeta Esportiva17/10/2016 às 22h35

MESQUITA - O roteiro estava todo escrito para mais uma derrota do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Mas, Ricardo Gomes, mesmo sob tantas críticas e ameaça de demissão, ousou e mudou totalmente o panorama da partida desta segunda-feira e, com uma reação surpreendente, o Tricolor do Morumbi virou o jogo para cima do Fluminense no Rio de Janeiro, 2 a 1 no placar, e acabou com a série de cinco rodadas sem vencer. Fora de casa, o jejum era ainda maior. Desde 7 de agosto, quando bateu o Santa Cruz no Arruda, o torcedor são-paulino não comemorava uma vitória fora de casa.

Desta forma, tanto o treinador tricolor quanto o clube respiram. Ricardo Gomes ganha um pouco de paz para seguir com seu trabalho, enquanto o São Paulo tira parte do peso de suas costas. A distância para a zona de rebaixamento que era de apenas um ponto, agora são de quatro. Além disso, o Tricolor ultrapassou Internacional, Coritiba, Sport e Cruzeiro na tabela de classificação.

Por outro lado, o Fluminense conhece apenas sua segunda derrota no estádio Giulite Coutinho e em um momento crucial do campeonato. A terceira derrota seguida do Tricolor Carioca deixa a equipe estacionada nos 46 pontos, ainda a dois do G6, mas com Grêmio e Corinthians à frente.

E toda essa história seria bem diferente se os mandantes soubessem aproveitar a má fase do adversário no primeiro tempo. É verdade que ninguém brilhou nos primeiros 45 minutos a não ser o atacante Wellington. O jovem acabou com o marasmo do confronto em uma linda jogada individual, pouco antes dos 30 minutos.

O jogador do Flu dominou a bola saiu em disparada desde o campo de defesa, passou por Buffarini, Maicon e João Sschimidt e só foi parado por Denis, que cometeu o pênalti. Com personalidade, o dono da jogada bateu e marcou.

Mas, o balde de água fria no São Paulo veio pouco depois. Quando Cueva saiu cara a cara com o goleiro do Flu e acertou a trave. Ali o clima ficou pesado e a equipe paulista parecia entregue a mais um tropeço.

Tudo mudou com o apito do árbitro na segunda etapa. Ricardo Gomes foi para o tudo ou nada. Improvisou Wesley na direita, sacou Buffarini e mandou Kelvin para o jogo. O time melhorou e passou a pressionar o Flu. Nada que satisfazesse o comandante, que ainda mandou os jovens David Neres e Pedro a campo.

A melhora do time foi notória e recompensada aos 26 minutos. Depois de uma falha grotesca de Gum e Marquinhho, Thiago Mendes pegou a sobra e edeixou tudo igual depois da bola ainda desviar do meio-campista do Flu. Em seguida, o mesmo Thiago Mendes acertou o travessão no que seria um golaço. A virada estava madura, não demorou e veio com Rodrigo Caio, de cabeça, após escanteio da esquerda.

O fim de jogo ganhou clima de dramaticidade, com o banco do São Paulo pressionando pelo apito final e com muitos protestos dos torcedores cariocas. Após o término do jogo, muita festa dos são-paulinos e a sensação de frustração no Fluzão.

Agora, ainda com ambições diferentes, São Paulo e Fluminense voltam a campo no fim de semana, já que estão fora da disputa da Copa do Brasil. Ricardo Gomes prepara a equipe para encarar a Ponte Preta, sábado, às 17 horas, no Morumbi. Já o Fluminense visita o Coritiba, no domingo, em duelo marcado para às 18h30, no Couto Pereira.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.