Campeonato Brasileiro

Grêmio vence e tira o Atlético Paranaense do G6

O Tricolor Gaúcho chegou aos 46 pontos e ainda sonha com a Libertadores.
Gazeta Esportiva13/10/2016 às 23h44

PORTO ALEGRE - Em uma partida marcada pela forte marcação do Atlético Paranaense e muitas oportunidades de longa distância, o Grêmio conseguiu furar a marcação e conquistar uma importante vitória por 1 a 0, na Arena do Grêmio, ultrapassando o adversário na classificação. Com o resultado, a equipe gaúcha chegou aos 46 pontos, na sétima colocação, seguido pelo Furacão, com 45 pontos.

O Tricolor abriu o placar aos 46 minutos do primeiro tempo, quando Edílson chutou cruzado, Weverton soltou a bola e Pedro Rocha tocou para o fundo das redes para fazer o único gol da partida.

Na próxima rodada, o Grêmio encara o Santos, domingo, na Vila Capanema, no litoral paulista. Já o Atlético Paranaense tem o clássico diante do Coritiba no mesmo dia, na Vila Capanema.

O Furacão tentou mostrar seu cartão de visitas logo no primeiro minutos, com Marcos Guilherme acionando Lucho González. O argentino dominou e soltou o pé por cima da meta. Na resposta, aos três minutos, Douglas fez o levantamento e Marcelo Oliveira desviou nas mãos de Weverton. De longe, aos sete minutos Douglas arriscou o chute, à esquerda da meta.

O Tricolor era bem mais efetivo em campo, mas a defesa atleticana impedia maiores penetrações. O Rubro Negro tentou chegar pela ponta com Renan Lodi, que cruzou fechado, mas em cima da marcação e, na volta, ainda tocou pela linha de fundo. Edílson apareceu com liberdade pela direita, abriu espaço e bateu para defesa de Weverton.

As bolas de longa distância foram as armas encontradas pelo Grêmio para pressionar. Aos 22 minutos, Maicon arriscou de antes da intermediária e quase surpreendeu o goleiro atleticano. Aos 33 minutos, foi a vez de Luan que avançou sozinho e chutou de longe, para fora. Ramiro tento encontrar Pedro Rocha na área, aos 39 minutos, mas o atacante esse esticou todo sem conseguir tocar na bola. Mas, aos 46 minutos, Edílson chutou cruzado, Weverton soltou a bola e Pedro Rocha só teve o trabalho de empurrar para as redes.

Para a segunda etapa, o Furacão voltou com Guilherme Schettine no lugar de Matheus Rosseto. Mas quem pressionava a o Tricolor. Aos seis minutos Pedro Rocha pegou sobra de bola e arrematou para fora. Aos nove minutos, mais uma chance de longe, com Luan, que cobrou falta e acertou o travessão. Aos 14 minutos, muita reclamação, quando Luan entrou na área e foi travado por Léo.

O zagueiro Paulo Andre, aos 18 minutos, tomou uma forte pancada no rosto e deixou a partida direto para a ambulância. Em uma rara cegada, o Furacão teve uma boa chance para empatar, aos 27 minutos, em cabeçada forte de Pablo, que mandou pela linha de fundo. O Grêmio administrava e chamava o paranaense para seu campo. Aos 35, Ramiro apareceu em velocidade e Weverton deixou a meta para interceptar.

Aos 41 minutos, o Tricolor quase fez o segundo, primeiro em chute de Douglas, que Weverton soltou e, no rebote, com Everton, que perdeu. Mas o gol não fez falta e os três pontos estavam garantidos no quarto encontro entre as equipes na temporada.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.