Copa Sul-Americana

De virada, Vitória bate o Coritiba e abre vantagem

A equipe baiana precisa de um empate no segundo jogo para se classificar na Sul-Americana.
Gazeta Esportiva25/08/2016 às 23h46

SALVADOR - O Coritiba não começou muito bem sua caminhada na Copa Sul-americana 2016 e, jogando fora de casa, perdeu para o Vitoria por 2 a 1, de virada, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Com o resultado positivo, o Leão terá agora a vantagem do empate no jogo de volta, no Alto da Glória.

A equipe coxa-branca domino grande parte da primeira etapa, mas abriu o placar apenas aos 43 minutos, com Evandro, que recebeu cruzamento de Dodô e pegou de primeira para balançar as redes. Diego Renan, de pênalti, deixou tudo igual, aos 20 da etapa final. A virada veio com Kieza, aos 24 minutos.

As equipes voltam a se encontrar para o jogo de volta na quarta-feira, dia 31 de agosto, às 17 horas (de Brasília), no Estádio Couto Pereira, na capital paranaense.

O jogo

Ao contrário da expectativa inicial, o Vitória entro em campo com força máxima, assim como o Coxa. Com a bola rolando, aos quatro minutos, Fernando Miguel saiu jogando errado e Edinho, pegando a sobra, arrematou pela linha de fundo. Mais do Alviverde no ataque, aos oito minutos, com Kléber Gladiador, que saiu na cara do gol, foi travado pelo goleiro e ficou no chão. Tudo normal segundo a arbitragem.

O Coritiba parecia se sentir em casa e dominava as ações. Aos 12 minutos, Neto Berola arriscou o chute cruzado e acertou a rede, pelo lado de fora. Jogada do Gladiador, aos 17 minutos, com cruzamento na medida para Berola, que desviou prensado, para fora, mas com perigo. Na primeira boa jogada do Leão, bola na área coxa-branca e Evandro tocou com a mão. Pênalti marcado, mas desperdiçado por Kieza.

O Vitória acordou e, aos 30 minutos, Marcelo recebeu passe açucarado para finalizar de frente par ao gol e perder. A partida ficou mais equilibrada. Até que, aos 43 minutos, Kléber lançou Dodô, que cruzou na medida pra Evandro pegar de primeira e estufar as redes para abrir o placar em Salvador.

Para a etapa final, as duas equipes retornaram sem alterações. Aos quatro minutos, Marinho partiu para a jogada individual e fuzilou, à esquerda da meta, assustando Wilson. Diogo Matheus também tentou o chute de longe, aos oito minutos, mas errou o alvo, em mais uma tentativa de empatar.

Sem conseguir entrar na defesa alviverde, mais recuada, administrando o resultado, o Vitoria tentava de longe. Aos 14 minutos, Marinho chutou mais uma de fora da área, fácil para Wilson. Mas, aos 18 minutos, Cardenas entrou na área e foi derrubado por Wilson. Novo pênalti. Desta vez Diego Renan pegou a bola para bater e converteu para deixar tudo igual.

A virada veio aos 24 minutos, Diogo Matheus cruzou, a defesa alviverde se atrapalhou e Kieza apareceu para empurrar para as redes e se redimir com torcedor. Ao contrário do primeiro tempo, o Coxa não conseguia jogar e estava acuado. Contra-ataque do Leão, com Kieza servindo Marinho que, de primeira, mandou para fora. Aos 41 minutos, uma tentativa de empatar, com Bernardo, mas o chute foi pela linha de fundo. Mais uma virada sofrida pelo Coxa na temporada.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.