Série A

Cruzeiro abre 2 a 0, mas Vitória busca o empate

Mineiros e baianos seguem colocados no meio da tabela de classificação.
Gazeta Esportiva04/07/2016 às 09h06

BELO HORIZONTE - Antes da partida contra o Vitória, neste domingo, no Mineirão, o torcedor cruzeirense celebrou a apresentação dos reforços Rafael Sóbis e Ramon Ábila, mas teve muito pouco o que comemorar após o apito final. Isto, porque o Cruzeiro desperdiçou uma vitória certa ao abrir 2 a 0 no placar e, mesmo com um homens a mais durante todo o segundo tempo, permitir o empate por 2 a 2, frustrando a torcida, que compareceu em bom número no Gigante da Pampulha.

E o prejuízo do Cruzeiro poderia ser ainda maior. Isto, porque, no primeiro tempo, o Vitória teve a chance de conseguir uma vitória folgada, porém Fábio foi um verdadeiro paredão, ofuscando em parte da atuação do inspirado Marinho, que deitou e rolou pelo lado esquerdo da defesa celeste. No segundo tempo, porém, novamente em jogadas do camisa 7, o Vitória chegou ao empate, com justiça, por sinal.

Com o resultado, mineiros e baianos seguem colocados no meio da tabela de classificação. Enquanto o Cruzeiro fica na 14ª colocação, com 15 pontos, o Vitória, com um ponto a mais, ocupa a 13ª posição do Campeonato Brasileiro.

O Jogo

Em um lance que envolveu três ex-cruzeirenses, o Vitória quase surpreendeu nos primeiros minutos, em lance de Dagoberto, que Marinho e Diego Renan não souberam aproveitar. Na sequência, o Vitória, curiosamente mais ofensivo que o Cruzeiro, seguiu melhor em campo e por muito pouco não marcou em cruzamento de Marinho que Kieza não alcançou.

Pouco minutos depois, Fábio salvou em finalização de Marinho, que, no início do jogo, aproveitava muito bem os espaços dados pelo Cruzeiro no lado esquerdo. Desta mesma maneira, o zagueiro Kanu também levou perigo, após falha de Lucas. O lateral cruzeirense, porém, se redimiu do erro anterior e, aos 23 minutos, fez cruzamento preciso para Alisson, que girou e bateu no cantinho.

Com o gol, o time da casa, que vinha mal no jogo, passou a dominar as ações e teve boas chances com De Arrascaeta e Fabrício Bruno. Ainda assim, quem teve a melhores oportunidades foi o Vitória, mas Marinho e Kieza pararam no goleiro Fábio, em atuação inspirada no Mineirão.

Na volta do segundo tempo, o Vitória ficou logo com um a menos, após Ramon receber o segundo cartão e ser expulso. A equipe baiana chegou a levar perigo com Dagoberto, mas o Cruzeiro, pouco depois, ampliou o placar. Aos oito minutos, após bela troca de passes, De Arrascaeta ficou cara a cara com o goleiro e soltou a bomba para balançar as redes.

Após o gol, o Cruzeiro teve boas chances com Riascos e Alex, porém quem marcou foi o Vitória, aos 19 minutos, com Diego Renan, após penalidade sofrida por Marinho. Após muito pressionar, principalmente se utilizando o frágil lado esquerdo do time celeste, o clube baiano empatou aos 37 minutos com o meia Vander.

Ao final da partida, o jogo ficou aberto e ambas as equipes tiveram chances para empatar, porém nenhum dos ataques aproveitaram as chances criadas, mantendo o empate por 2 a 2, no Mineirão.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.