Primeira Liga

No duelo dos eliminados, Coritiba derrota o Avaí

Jogando diante de sua torcida, o Coxa se despediu da Primeira Liga com vitória.
Gazeta Esportiva11/03/2016 às 00h21

CURITIBA - Em partida apenas para cumprir tabela pela terceira rodada da primeira fase da Primeira Liga, o Coritiba se despediu com vitória por 3 a 0 sobre o Avaí, no Estádio Couto Pereira. As duas equipes entram em campo com formações alternativas, aproveitando para dar ritmo de jogo aos elencos.

Na base da vontade de mostrar serviço, o Coxa tentou iniciar pressionando e logo aos dois minutos, Thiago Lopes cobrou falta, Vítor espanou e Leandro, de primeira, mandou a sobra pela linha de fundo. Na resposta, aos seis minutos, Iury partiu para a jogada individual, mas chutou prensado, facilitando o trabalho de Elisson. Porém, logo a disputa ficou mais truncada, incompatível com uma partida sem validade prática.

Sem conseguir penetrar da defesa avaiana, Vinícius arriscou de longe, aos 18 minutos, para defesa de Vítor. O Avaí, quando chegava,era mais perigoso, como aos 22 minutos, em cabeçada de Iury para fora. Muita reclamação aos 28 minutos, quando jogadores do Coxa pediram pênalti em bola que bateu no braço de Renato Júnior. O árbitro mandou seguir o jogo.

O Alviverde subiu de produção e, aos 33 minutos, Leandro pegou sobra de bola na área e bateu forte para abrir o placar e marcar o primeiro gol do time na Primeira Liga. O segundo era questão de tempo e veio aos 42 minutos, com Vinícius, que abriu espaço e soltou o pé de fora da para estufar as redes. Ainda eu tempo para Ícaro, aos 46 minutos, voar para testar firme na trave.

Para a segunda etapa, nenhuma mudança nas equipes. Aos seis minutos, Benítez arriscou o chute colocado, Vítor espalmou, mas no rebote o árbitro paralisou o lance. O Avaí tentava descontar e, aos nove minutos, Iury girou o corpo e bateu rasteiro, para fora. O Coritiba tinha domínio das ações e apenas administrava.

Quando a partida já caiu em um total marasmo, aos 22 minutos, Leandro foi derrubado e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, o próprio atacante converteu para fazer o terceiro. Aos 36 minutos, Wallison Maia apareceu bem para afastar cobrança de falta de Braga. Fim de jogo e despedida melancólica das duas equipes na primeira edição da competição.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.