Futebol

Denis inicia o ano como sucessor de Rogério Ceni no gol são-paulino

“Minha vontade é fazer história no São Paulo", disse.
Gazeta Esportiva01/01/2016 às 08h47

SÃO PAULO - O primeiro ano do São Paulo após a histórica passagem de Rogério Ceni pelo clube iniciou nesta sexta-feira. E já com um sucessor definido. Ao menos por enquanto, Denis é o novo goleiro titular da equipe de três cores.

“Minha vontade é fazer história no São Paulo. Tenho tudo aqui e não pretendo sair. Quero renovar (o contrato atual vencerá em 31 de agosto) e, se conseguir ficar como titular após toda a desconfiança, ter uma carreira dentro do clube. O planejamento é ser feliz e conquistar muitos títulos para dar felicidade também a todos os torcedores”, discursou Denis, em conversa com a Rádio Globo.

A oportunidade de herdar a posição de Rogério Ceni entre os titulares foi pacientemente aguardada por Denis. Hoje com 28 anos, ele chegou ao Morumbi em 2009, vindo da Ponte Preta, já com a expectativa de se firmar após a aposentadoria do ídolo, muitas vezes adiada.

“Foram sete anos de espera. Vim para ser o terceiro goleiro e falaram que precisaria aguardar três anos para jogar. Conhecendo mais o clube e o Rogério, já que fiquei quase cinco anos concentrado no quarto dele, vi isso se prorrogar. Mas amadureci muito. Sou um goleiro totalmente diferente daquele de 2009, muito mais preparado, até pelos ensinamentos do Rogério. Foi um tempo de espera necessário”, avaliou Denis, sentindo-se preparado.

Apesar da autoconfiança do camisa 12, que ainda não sabe se virará o 1 em 2016, quase outro goleiro passou a sua frente na fila de espera. Denis sofreu uma grave lesão no ombro em fevereiro e ficou sete meses em recuperação, época em que Renan Ribeiro ganhou moral com o colombiano Juan Carlos Osorio.

O técnico são-paulino agora é outro estrangeiro, o argentino Edgardo Bauza, que não cogitou a contratação de um novo goleiro para repor a baixa de Rogério. À imprensa de seu país, ele avisou: “Temos um reserva que jogou pouco nos últimos anos por ser banco do Ceni e outro de bom nível. Acho que, por agora, não é necessário outro jogador”.

Seja como for, Denis já fez média com Bauza. “Eu o encontrei na apresentação e bati um papo com ele. É uma pessoa muito bacana. Vamos ver a sua forma de trabalho, seu treinamento. Procurei informações e vi que gosta de jogar com um comportamento defensivo bem legal, impondo os seus métodos. Tem tudo para dar certo”, confiou o herdeiro de Rogério Ceni.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.