Cai? Ou não cai?

Por permanência, Vasco vai pressionar Santos desde o começo

O Cruz-Maltino precisa ganhar o jogo para evitar a queda antecipada.
Gazeta Esportiva26/11/2015 às 16h29

RIO DE JANEIRO - Trabalhando para se manter na Série A, o Vasco vem procurando a melhor estratégia para derrotar o Santos. O duelo, válido pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, está programado para este domingo, às 17 horas, em São Januário. O Cruz-Maltino precisa ganhar o jogo para evitar a queda antecipada e, por isso mesmo, os jogadores já avisaram que vão tomar a iniciativa do confronto.

Alguns atletas vascaínos deram entrevistas e mostraram que estão focados e confiantes na Vitória, sem esquecer que do outro lado estará um adversário difícil. O lateral-esquerdo Júlio César reconhece a qualidade do time da baixada, contudo, reforça o interesse do Vasco em dominar o jogo.

“Vamos precisar tomar a iniciativa, pressionar o Santos desde o começo e mostrar que temos o maior interesse no jogo. O objetivo é ganhar e apenas isso interessa. Portanto, desde o começo vamos ter que nos comportar como quem vai pressionar o adversário. Respeitamos o Santos e a sua qualidade, mas estamos em um momento da competição em que não podemos discutir contra quem jogar”, disse.

O volante Serginho acredita que a iniciativa dos atletas dentro de campo pode ser o diferencial.

“O Vasco vai precisar ficar atento para tomar a iniciativa do confronto desde o primeiro minuto. Não podemos permitir que o nosso adversário tome a iniciativa do jogo. Mas temos que controlar as ações e ditar o nosso ritmo”, afirmou Serginho.

O meia Andrezinho compartilha da opinião de seus companheiros e acredita que a qualidade do rival obriga o Vasco a se impor.

“O Santos também tem interesse no jogo porque quer brigar para ficar na zona de classificação para a Copa Libertadores. Porém, o Vasco, por jogar em casa, tem a responsabilidade de propor o jogo, de pressionar, de tentar deixar o adversário acuado em seu campo, o forçando ao erro”, completou o meia.

O técnico Jorginho só pretende divulgar o time que vai a campo no vestiário, minutos antes do confronto. Tanto que vem mantendo a estratégia de impedir que a imprensa acompanhe as atividades. O acesso dos jornalistas está liberado apenas durante as entrevistas coletivas.

Para o jogo contra o Santos, o comandante terá o retorno do zagueiro Rodrigo, que cumpriu suspensão na vitória de 2 a 1 sobre o Joinville. Porém, Luan, advertido com o terceiro cartão amarelo, está suspenso. Rafael Vaz será mantido na zaga para este compromisso.

Fora de campo, o Vasco conseguiu parcelar a dívida que tinha com o lateral-esquerdo Márcio Careca, que defendeu o clube no início desta década. Com isso, o Cruz-Maltino evita algumas penhoras e mais problemas jurídicos.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.