Campeonato Baiano

Vitória cede empate ao Bahia no primeiro Ba-Vi do ano

Mesmo com um jogador a mais, Vitória não conseguiu vencer.
Gazeta Esportiva01/03/2015 às 19h40

SALVADOR - Almejando as lideranças dos respectivos grupos para embalar nesta temporada, Bahia e Vitória se enfrentaram neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no estádio Barradão, pela quinta rodada do Campeonato Baiano. No primeiro e, até o momento, único Ba-Vi confirmado no Estadual de 2015, o Leão cedeu o empate para os adversários em 1 a 1 para os adversários, mas lidera o Grupo 2.

Antes do início do maior clássico do nordeste, as torcidas de ambas agremiações entraram em confronto do lado de fora do Barradão. A Polícia Militar precisou intervir com o uso de bombas de gás, além da cavalaria para separar a briga.

A primeira etapa da partida começou movimentada, com as duas equipes chegando com perigo. Os donos da casa foram os responsáveis pela inauguração do marcador do clássico, com Neto Baiano. O Tricolor de Aço teve o volante Pittoni expulso e acabou encontrando dificuldades para chegar ao gol de empate.

Mesmo com um jogador a menos, o Bahia conseguiu arrancar um empate dos adversários no segundo tempo, com um gol de Maxi Biancucchi. Além disso, a partida foi marcada por um show de cartões: foram seis amarelos para o Leão da Barra e cinco para o Tricolor de Aço, além de uma expulsão.

Com o resultado, o Bahia ficou na segunda colocação do Grupo 1, com sete pontos. Já o Vitória chegou à liderança do Grupo 2, com nove pontos somados, e garantiu a classificação para a próxima fase do Estadual.

Na próxima rodada, o Tricolor de Aço enfrente o Feirense no próximo domingo, 8 de março, às 16 horas (de Brasília), na Arena Fonte Nova. Já o Leão da Barra visita o Juazeirense, nas mesmas data e horário, no estádio Adauto Morais.

O jogo

O primeiro tempo começou movimentado. Logo no minuto inicial, Thales e Souza se enrolaram no meio de campo e a bola acabou saindo pela linha latera. Na cobrança, Rogério, do Vitória, invadiu a área sozinho e, na dividida com o goleiro Jean, caiu pedindo pênalti, mas o árbitro mandou seguir.

O Bahia tratou de responder e, aos 10 minutos do primeiro tempo, quase inaugurou o marcador. Kieza recebeu bom passe de Maxi e foi em direção à área de Fernando Miguel, mas Ednei se antecipou e o arqueiro do Leão da Barra segurou a bola.

Depois de duas boas chances dos visitantes, o Leão inaugurou o marcador. Aos 17 da etapa inicial, Vander fez boa jogada pela direita e bateu cruzado. Jean espalmou e a bola sobrou livre para Neto Baiano, O atacante não perdoou e bateu forte para o fundo das redes do Bahia, para a alegria da torcida em maioria no Barradão.

Mesmo após o gol do Vitória, a partida seguiu equilibrada, mas o Bahia passou a correr atrás do prejuízo. Em cobrança de escanteio aos 23, Fernando Miguel se antecipou e mandou a bola para fora da área. No rebote, Titi recebeu cruzamento e cabeceou com perigo. O goleiro do Vitória se esticou e evitou o gol de empate.

O Tricolor de Aço viu o gol mais longe quando perdeu um jogador por expulsão. Aos 27 minutos do primeiro tempo, Neto Baiano e Pittoni se desentenderam na lateral do gramado. O atacante chegou forte e o volante do Bahia descontou com um soco. O árbitro então levantou o cartão vermelho para o meio-campo.

Com um homem a menos no gramado do Barradão, o Bahia passou a apostar nas jogadas de bolas paradas. Apesar disso, a zaga do Vitória levou a melhor na maioria das tentativas do adversário.

No retorno dos vestiários, o técnico Ricardo Drubscky promoveu uma alteração no Vitória: sacou Neto Baiano para a entrada de Elton. Já Sérgio Soares fez duas mudanças no Bahia a fim de deixar o time mais protegido: tirou Souza e Léo Gamalho, para a entrada de Bruno Paulista e Willians Santana.

A atitude do comandante do Tricolor de Aço surtiu efeito. Aos 11 minutos da etapa complementar, Willians Santana – que tinha acabado de entrar – entrou com perigo na área e tocou para trás. Kieza bateu de primeira e Fernando Miguel fez uma boa defesa. No rebote, o ex-Vitória Maxi Biancucchi subiu mais alto que Saimon e mandou a bola para o fundo das redes.

O Leão da Barra teve a chance de ficar à frente do marcador novamente aos 31 minutos do segundo tempo. Flávio fez boa jogada pela esquerda, passou Rômulo e cruzou para a pequena área. Elton alcançou a bola para cabecear, mas mandou para fora do gol.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.