Luto no surfe

Um dia após ser baleado, surfista morre em SC

Ricardo dos Santos tinha 24 anos e faleceu nesta terça-feira (20).
Gazeta Esportiva20/01/2015 às 19h34

SÃO JOSÉ - O surfista Ricardo dos Santos (Ricardinho) faleceu, aos 24 anos, na tarde desta terça-feira, após ter sido baleado três vezes em frente à sua casa, na Guarda do Embaú, em Palhoça, Santa Catarina. O atleta foi levado ao Hospital Regional de São José, onde passou por quatro cirurgias e sofreu uma parada cardíaca, não resistindo às hemorragias e aos ferimentos profundos em seu pulmão e tórax. A causa da morte, segundo boletim divulgado horas depois, foi falência múltipla dos órgãos.

A primeira cirurgia, na qual um sangramento na veia cava teve de ser estancado, durou cerca de sete horas. Em seguida, Ricardo foi transferido para a UTI na noite desta segunda, onde ficou em coma induzido. Na manhã desta terça, no entanto, surgiu uma nova hemorragia, que foi contida em processo cirúrgico. Outro sangramento aconteceu em seguida, e o surfista teve de ser operado emergencialmente. Desta vez, após sofrer uma parada cardíaca, Ricardo não resistiu e faleceu no começo da tarde.

Durante seu tratamento, muitas mensagens de apoio chegaram a Ricardo e sua família. O amigo Gabriel Medina, campeão mundial de surfe, havia desejado força para que ele pudesse se recuperar. Já a World Surf League (antiga ASP) se manifestou por meio de rede social pela melhora do atleta. Companheiros como Alejo Muniz, Mineirinho e Miguel Pupo também haviam demonstrado sua solidariedade.

Os disparos foram motivados por uma discussão entre Ricardo e um policial militar, Luiz Brentano, que havia parado seu carro em frente à casa do atleta, onde ele fazia uma obra com seu avô, Nicolau dos Santos. O surfista teria discutido com o PM, que estava acompanhado de seu irmão, após ele ter se negado a remover o veículo de sua porta, e então vieram os tiros. Brentano e seu irmão estão detidos pela polícia local.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.