Campeonato Brasileiro

Damião marca e garante vitória do Inter contra o Fluminense

Gazeta Esportiva06/10/2013 às 22h00

CAXIAS DO SUL - Leandro Damião não marcava há 12 jogos pelo Internacional, mas enfim desencantou. Neste domingo, foi dele o gol da vitória colorada sobre o Fluminense, no Centenário, em Caxias do Sul, por 1 a 0. O resultado leva o time gaúcho a 37 pontos, na 7ª colocação, e deixa o Flu com 34, em 10º.

O primeiro tempo foi bastante disputado, mas de poucas chegadas perigosas. O Inter acabou tendo mais oportunidades, mas não foi superior a ponto de deixar o campo com vantagem para o intervalo. Na etapa final, mais ofensivo, o Colorado partiu com mais força para cima e, na base da insistência, chegou ao gol da vitória.

O resultado interrompe uma sequência de quatro derrotas seguidas do Inter no Brasileiro, e acaba com uma invencibilidade de oito jogos do Fluminense na competição. O Colorado segue seu mini Campeonato Carioca: depois de pegar Vasco e Flu, agora visita o Flamengo, quinta, no Maracanã. O Tricolor terá na quarta o clássico contra o Vasco, na Ressacada, em Florianópolis.

O jogo

A etapa inicial foi bastante estudada, truncada e de baixa qualidade técnica. Preterido por Dunga em seus últimos jogos no Internacional, o centroavante Leandro Damião quem teve as principais chances de gol do Inter. Aos 9 e aos 17, ele cabeceou com perigo para fora. Aos 25, foi D’Alessandro que entrou na área após receber passe de Jorge Henrique, mas o chute foi para fora.

O Fluminense só deu o ar da graça aos 27, através de um chute de Rafael Sobis que lambeu o travessão de Muriel. Aos 30, novamente Damião levou perigo, em chute de fora da área que levou perigo ao gol de Kléver. A melhor chance da etapa inicial, no entanto, ocorreu aos 33: após escanteio, Damião deu de calcanhar e Fabrício ficou livre. O lateral fintou a marcação e, na pequena área, chutou para um milagre do goleiro do Flu.

No começo do segundo tempo, o Fluminense quase abriu o placar: Jean arrematou, Muriel defendeu e Sobis pegou o rebote, mas Gabriel tirou em cima da linha. A seguir, Jorge Henrique sentiu lesão e deu lugar a Caio no Inter. O time gaúcho ficou mais ofensivo com a mexida e passou a pressionar. Aos nove, Damião ajeitou para Caio na área, mas o chute bateu na zaga do Flu e foi a escanteio.

A pressão se tornou mais forte nos minutos seguintes. Aos 10, D’Alessandro bateu forte de longe e Kléver defendeu. No rebote, a zaga do Flu salvou o perigo. Logo a seguir, Caio chegou batendo pela esquerda, de fora da área, e levou perigo. Vendo o Flu ser pressionado, o auxiliar Antônio Lopes Jr. tirou Rafinha e pôs Rhayner no time carioca. O Fluminense reagiu aos 17, em chute de fora da área de Wagner que passou perto do travessão.

Ainda assim, o Inter seguia melhor. Aos 22, Damião deu de bicicleta para a área e achou Otávio livre, mas Kléver saiu do gol e abafou o chute. Na sequência do lance, o goleiro do Flu fez outra defesaça em chute de Damião dentro da área. Aos 34, enfim o camisa 9 desencantou: Willians cruzou da direita, a bola desviou na zaga do Flu e Damião mandou uma bomba na pequena área, sem chances para Kléver: 1 a 0.

Nos minutos finais, o Internacional tratou de segurar a pressão do Flu. Já nos acréscimos, Fábio Braga acertou um cotovelaço em Willians e foi expulso pelo árbitro Wilson Luiz Seneme.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.