Palmeiras

Palmeiras encaminha contratação de Alan Kardec e saída de Kleber

Falta apenas a assinatura do contrato para Alan Kardec ser confirmado oficialmente pela diretoria.
Gazeta Esportiva27/06/2013 às 16h56

O Palmeiras deve anunciar nos próximos dias a aposta em um novo centroavante. Pequenos detalhes separam o empréstimo de Alan Kardec, que pertence ao Benfica, por um ano, em negociação que deve selar a saída de Kleber, atacante cedido pelo Porto e com contrato até domingo, mas que não agradou.

Falta apenas a assinatura do contrato para Alan Kardec, ex-Vasco, Santos e Inter, ser confirmado oficialmente pela diretoria. O jogador de 24 anos não quer continuar no clube português, onde pouco teve oportunidade, e a equipe resolveu, enfim, liberá-lo.

Considerado o melhor companheiro de Neymar em sua passagem pela Vila Belmiro, no ano passado, Kardec foi revelado pelo Vasco e está nos planos do Palmeiras desde 2008, quando foi indicado pelo então técnico Vanderlei Luxemburgo. Há três meses, o presidente Paulo Nobre chegou a ir a Portugal para trazê-lo, chegando a oferecer 2 milhões de euros para levá-lo em definitivo.

A postura do Benfica era de vender o jogador por 4 milhões de euros, mas não teve sucesso e, por isso, aceitou agora emprestá-lo de graça, deixando seu salário a cargo do Verdão. O elenco de Gilson Kleina também deve receber dos portugueses a cessão temporária do meia Felipe Menezes.

A negociação deve selar de vez a passagem de Kleber pelo Palmeiras. O atacante está se recuperando da quarta lesão que trata no clube em menos de cinco meses e só começou a chutar bola com força nesta quarta-feira, finalizando o tratamento de tendinite no joelho direito. Mas deve sair dos cuidados da comissão técnica no fim de semana.

O camisa 9 gerou a expectativa de substituir Barcos e se apresentou exatamente no dia em que o argentino foi liberado para o Grêmio, mas só fez dois gols em 11 jogos, mostrando, além de constantes problemas físicos, dificuldade para dominar a bola, tocá-la, se posicionar e finalizar com qualidade.

O empresário do jogador, que chegou a ser convocado por Mano Menezes para a Seleção Brasileira em 2011, deseja que ele permaneça no Verdão e foi para Portugal para que Porto e Palmeiras façam valer o acordo verbal pela sequência de seu cliente no Brasil até dezembro. Mas Kleina só deve contar com ele até o final da Série B caso o clube português banque inclusive seus salários, o que é improvável.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.