Campeonato Paulista

Com um a menos, São Paulo vence a Ferroviária de virada

Tricolor conquistou a primeira vitória no Campeonato Paulista.

Gazetapress

O São Paulo derrotou a Ferroviária pelo Paulistão.
O São Paulo derrotou a Ferroviária pelo Paulistão. (Rubens Chiri / São Paulo FC)

ARARAQUARA - O São Paulo conquistou sua primeira vitória do ano nesta quinta-feira. Enfrentando a Ferroviária, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, pela segunda rodada do Campeonato Paulista, o time comandado por Rogério Ceni saiu atrás no placar, mas foi persistente para garantir o triunfo, de virada, por 2 a 1. Heitor abriu o marcador para a Locomotiva logo aos quatro minutos do primeiro tempo. Já o estreante David balançou as redes para o Tricolor aos cinco minutos da etapa complementar, e Galoppo virou aos 43, mesmo com sua equipe atuando com um homem a menos a essa altura do confronto.

O São Paulo foi a campo com três novidades nesta quinta-feira. Jhegson Méndez, Alan Franco e David estrearam pela equipe e, apesar da falta de entrosamento, conseguiram se sair bem ao longo dos 90 minutos. Méndez, inclusive, foi um dos destaques do time tricolor contra a Ferroviária, originando a jogada que resultou no gol de David.

Pablo Maia, por sua vez, foi expulso no segundo tempo, justamente quando o Tricolor parecia estar perto de virar o placar e voltar para casa com a vitória na bagagem.

O São Paulo volta a entrar em campo no próximo domingo, contra o Palmeiras, no Allianz Parque, às 16h (de Brasília), tendo Pablo Maia como desfalque certo para o clássico. Já a Ferroviária terá pela frente o Santo André, também no domingo, às 20h30, novamente em casa.

O jogo

A Ferroviária abriu o placar logo aos quatro minutos. Após cobrança de falta na área, a defesa são-paulina rebateu, e Heitor, da entrada da área, soltou uma bomba, aproveitando o rebote para colocar os donos da casa em vantagem na partida.

Com o gramado castigado pela forte chuva na região, o São Paulo teve dificuldades para trocar passes e foi obrigado a insistir nos chutes de longa distância. Primeiro foi a vez de Pablo Maia experimentar, mandando para fora. Depois, Wellington Rato também tentou, mas não acertou o alvo.

A primeira grande chance de gol do São Paulo aconteceu apenas aos 19 minutos, quando Igor Vinícius soltou a pancada em cobrança de falta da entrada da área, obrigando o goleiro Saulo a fazer boa defesa. Pouco depois, Ferraresi fez passe por elevação para Calleri, que escorou, e Wellington Rato ficou com a sobra, saindo cara a cara com o goleiro, mas preferindo tocar ao invés de finalizar, vendo a defesa da Ferroviária afastar o perigo.

Conforme o campo foi secando, o São Paulo passou a chegar com mais frequência no ataque. Na reta final do primeiro tempo o time comandado por Rogério Ceni só não empatou por detalhe. Aos 32, por exemplo, Wellington Rato ficou com a sobra após cruzamento de Welington e bateu de primeira, sem deixar a bola cair no chão, mandando rente à trave.

Antes do intervalo, David também teve a chance de balançar as redes para o Tricolor ao receber de costas para o gol e girar batendo, mas mandou para fora. Depois, foi a vez de Welington receber na esquerda, ganhar a dividida e cruzar na medida para Luciano, que cabeceou firme, mas também não acertou o alvo. No último minuto do primeiro tempo, Igor Vinícius fez cruzamento fechado e quase encobriu o goleiro Saulo, que espalmou para escanteio.

Segundo tempo

O São Paulo voltou para o segundo tempo determinado a empatar o jogo. Logo aos dois minutos o time comandado por Rogério Ceni quase balançou as redes em chute de fora da área de Welington, mas Saulo voou no canto para espalmar. Pouco depois, porém, não teve jeito. Méndez deu lindo passe para Igor Vinícius, que cruzou na medida para David cabecear no cantinho e deixar tudo igual para o Tricolor, marcando gol logo em sua estreia pelo novo clube.

E o São Paulo só não virou a partida porque Saulo seguiu fazendo uma boa partida. Aos sete minutos Wellington Rato recebeu na entrada da área e bateu colocado, no ângulo, obrigando o goleiro da Ferroviária a realizar outra importante defesa. Mais tarde David teve outra oportunidade de marcar ao receber pela esquerda, invadir a área e bater forte, irritando Rato, que esperava o cruzamento no segundo pau.

Mas, quando a virada parecia estar próxima, a situação complicou para o Tricolor. Aos 19 minutos Pablo Maia recebeu seu segundo cartão amarelo após forte entrada em Pablo e foi expulso, deixando o São Paulo com um a menos em campo na reta final do jogo.

Na reta final de partida Rogério Ceni ainda promoveu a entrada de Galoppo e Luan nas vagas de Wellington Rato e Luan, e o meia argentino até carimbou a trave em seu primeiro chute, mas foi aos 43 minutos que ele acabou sendo premiado com o gol da vitória ao completar no segundo pau a cabeçada de Calleri após boa jogada individual de Pedrinho, garantindo, assim, a primeira vitória do São Paulo em 2023.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.