Campeonato Brasileiro

Corinthians abre vantagem, mas cede empate ao lanterna Juventude

Timão pode deixar G4 no fim da rodada; equipe gaúcha vive drama na luta para não cair.

Gazetapress

Juventude e Corinthians se enfrentaram no Alfredo Jaconi.
Juventude e Corinthians se enfrentaram no Alfredo Jaconi. (Fernando Alves / EC Juventude)

CAXIAS DO SUL - O Corinthians foi até o estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, e apenas empatou em 2 a 2 com o lanterna Juventude, na noite desta terça-feira, em jogo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Giuliano e Yuri Alberto. Óscar Ruíz e Pitta buscaram as igualdades no placar.

Com o resultado, a equipe comandada por Vítor Pereira permaneceu na quarta posição, com 51 pontos, mas pode ser ultrapassado pelo Flamengo na rodada, que joga nesta quarta contra o segundo colocado Internacional. Já o Juventude segue na última posição, agora com 20 pontos conquistados.

O Timão terá os próximos dias para se preparar para o compromisso contra o Athletico-PR, no sábado, às 21h (de Brasília), pela 31ª rodada.

Será o último jogo antes da primeira final da Copa do Brasil contra o Flamengo, na quarta-feira que vem, também na Neo Química Arena.

O Juventude voltará a campo apenas na próxima segunda-feira para enfrentar o Santos, na Vila Belmiro, às 20h (de Brasília).

O jogo

Os primeiros dez minutos foram dominados por um ímpeto ofensivo dos donos da casa, com chegadas de todas as formas, ainda que sem tanto perigo.

A principal oportunidade aconteceu aos nove, quando Jadson conseguiu passar pela direita e cruzar para Rafinha, que, livre dentro da área, acabou chutando para fora.

A única investida corintiana, de fato, até então aconteceu pouco depois, aos 12, quando Renato cobrou escanteio curto no primeiro pau e Yuri Alberto apareceu para chutar de bico, para fora, assustando o goleiro César.

Depois de mais de dez minutos de jogo morno, Renato mandou para Fábio Santos na esquerda, que cruzou na medida para Gustavo Silva. Mosquito tocou sem querer após desvio da defesa e, na sobra, Giuliano chutou com força e abriu o marcador, aos 23 minutos.

O Timão parecia que ia embalar em outras chances, mas ficou por isso mesmo, com muitos erros de passe, principalmente no ataque, e sem tanta energia para buscar vantagem. Em uma dessas, Raul Gustavo perdeu a bola e viu Capixaba encontrar Rafinha, que virou e chutou de frente para Cássio, mas a bola explodiu na trave.

Na etapa complementar, Vítor Pereira promoveu as entradas de Cantillo e Mateus Vital nos lugares de Renato Augusto e Róger Guedes. Do outro lado, Lucas Zanella tirou Rafinha e colocou Óscar Ruíz.

O paraguaio aproveitou o primeiro ataque do jogo para marcar e deixar tudo igual em Caxias do Sul, após nova saída errada de Raul. Ele recebeu de Pitta na área e chutou, balançando as redes após desvio de Bruno Méndez.

No entanto, com oito minutos, Vital roubou a bola de Chico perto da área e a sobra parou nos pés de Yuri Alberto, que apenas virou e mandou um chutaço, sem defesa para César, colocando o Timão novamente à frente do placar.

Se no primeiro tempo o jogo foi morno, o segundo foi o contrário. Aos 15 minutos, Pitta avançou para o ataque e, ao tentar tabela, a bola ficou com Gustavo Silva. Mosquito, porém, foi tentar driblar dentro da defesa, perdeu a bola e acabou dando-a de presente para o próprio camisa 80, que chutou cruzado e empatou novamente.

O Corinthians chegou em cruzamento de Mosquito para Fábio Santos, que cabeceou com perigo. Já partindo para o final do jogo, o defensor colocou a mão na bola e o pênalti foi marcado, mas Gil estava em posição irregular, portanto, a marcação foi anulada. Pouco depois, Gustavo Silva carimbou a trave em chute cruzado.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.