Campeonato Brasileiro

Atlético-MG vence, encerra jejum em casa e afasta Fluminense da briga pelo título

Galo está na sétima posição do Brasileirão; Tricolor caiu para o terceiro lugar.

Gazetapress

Hulk comemora: o Atlético-MG derrotou o Fluminense no Mineirão.
Hulk comemora: o Atlético-MG derrotou o Fluminense no Mineirão. (Pedro Souza / Clube Atlético Mineiro)

BELO HORIZONTE - O Fluminense não resistiu ao Atlético-MG e perdeu por 2 a 0, neste sábado, no Mineirão, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após três vitórias seguidas pelo torneio, o Tricolor carioca recebe um balde de água fria e vê o sonho de brigar pelo título ficar mais distante.

O Flu pagou caro na reta final do primeiro tempo, quando era superior e viu Hulk abrir o placar. Já o desempenho na etapa final não foi dos melhores. O "combo" pênalti, expulsão de Manoel e segundo gol do Atlético-MG definiu a partida.

Com a derrota, o Fluminense continua com 51 pontos e caiu para a terceira colocação do Brasileirão. A diferença para o líder Palmeiras, que é de nove pontos, pode aumentar na rodada. Já o Atlético-MG pulou para 43 pontos e está em sétimo lugar.

O Fluminense volta a campo nesta quarta-feira, quando visita o Atlético-GO, às 19 horas (horário de Brasília), no Estádio Antônio Accioly. Já o Atlético-MG tem o Santos pela frente, quarta, às 21h30 (de Brasília), na Vila Belmiro.

O jogo

O jogo começou truncado. O primeiro lance de perigo foi do Atlético-MG. Aos 15 minutos, Hulk cobrou falta e assustou Fábio. A bola foi para fora. O Fluminense respondeu aos 21. Ganso deu um bolão para Martinelli. Ele invadiu a área, limpou a marcação, mas chutou sem força. Everson defendeu.

Aos 33, o Fluminense criou a melhor chance do jogo até então. Arias ficou com rebote na entrada da área e achou Caio Paulista. Ele ficou cara a cara com Everson. O goleiro do Galo saiu bem e salvou. O Flu chegou a balançar a rede, aos 37 minutos. Contudo, Cano estava impedido na origem da jogada e o gol foi anulado.

Quando era sensivelmente superior, o Fluminense foi castigado e viu o Atlético-MG abrir o placar. Aos 40 minutos, Zaracho lançou Hulk. Ele bateu no canto esquerdo e fez 1 a 0.

O Fluminense começou em cima do Atlético-MG na etapa final. Contudo, quase levou o segundo aos cinco minutos. Após contra-ataque, Hulk exigiu defesa importante de Fábio. Aos 11, Felipe Melo por pouco não fez contra, ao cortar cruzamento da direita.

Diniz fez as primeiras mudanças no Fluminense. Ele colocou Michel Araújo e Marrony. Saíram Ganso e Matheus Martins. Não deu tempo de surtir efeito. Keno chutou de fora da área. A bola explodiu em Manoel, no peito e no braço, que estava aberto. O VAR recomendou a revisão do lance. O árbitro, então, marcou pênalti. Manoel, que já tinha amarelo, foi expulso. Hulk cobrou e fez 2 a 0, aos 19 minutos.

A situação tricolor ficou complicada. Ademir, que entrou no lugar de Pavón, perdeu chance para ampliar para o Atlético-MG. O Fluminense lutou, mas não conseguiu reagir no Mineirão e amargou a derrota.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.