Vazou

Após tropeço, Inter demite Alexander Medina

Treinador não resistiu ao empate frustrante em casa pela Sul-Americana

Com informações da Agência Brasil

"Cacique" Medina não resistiu à mais um resultado frustrante na temporada
"Cacique" Medina não resistiu à mais um resultado frustrante na temporada (Ricardo Duarte)

PORTO ALEGRE (RS) - O uruguaio Alexander “Cacique” Medina deixou o comando técnico do Internacional no início da tarde desta sexta-feira (15), menos de 24 horas após o empate do Colorado em casa (1 a 1) com o Guaireña (Paraguai), pela segunda rodada da Copa Sul Americana. Segundo nota oficial, o auxiliar técnico Cauan de Almeida assume como interino a partir deste sábado (16).  

Cacique Medina foi contratado pelo Colorado em dezembro, após campanha exitosa no Talleres (Argentina) no ano passado. No clube hermano ele foi vice-campeão da Copa da Argentina – perdeu a final para o Boca Juniors, nos pênaltis – e ficou  em terceiro lugar campeonato nacional.

No entanto, à frente do Colorado Cacique Medina não repetiu o bom desempenho e somou frustrações. Logo na estreia da Copa do Brasil, o Colorado foi eliminado ao perder por 2 a 0 para o Globo FC-RN (que disputa a Série D do Campeonato Brasileiro). 

Vinte dias depois, o Inter caiu nas semifinais do Gauchão, após derrota para o rival Grêmio por 3 a 1 (placar agregado) nas semifinais. 

No início de abril,  estreou fora de casa na Sul-Americana, com empate em 2 a 2 com o clube equatoriano 9 de outubro, pelo Grupo E. Na sequência, perdeu na primeira rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, por 2 a 0 para o Atlético-MG, em Belo Horizonte.  Por fim, foi derrotado nesta quinta-feira, jogando no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.