Em Davinópolis

Caso Ivanildo Paiva: envolvidos poderão aguardar julgamento em liberdade

Familiares do prefeito clamam por justiça e pedem socorro ao judiciário.
Imirante Imperatriz22/10/2019 às 16h52
Caso Ivanildo Paiva: envolvidos poderão aguardar julgamento em liberdadeIvanildo Paiva foi encontrado morto no dia 11 de novembro de 2018. (Foto: Reprodução)

DAVINÓPOLIS - O processo sobre o assassinato do prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva já foi concluído e agora o juiz titular da 2ª Vara Criminal da Comarca de Imperatriz, Marcos Antonio de Oliveira, vai definir se os acusados serão submetidos a júri popular.

O processo que também foi devolvido à Justiça, depois de diversas alegações da defesa, acusação e Ministério Público. A audiência de instrução e julgamento, foi realizada em duas etapas em julho, e na ocasião foram ouvidas 42 pessoas, entre testemunhas de defesa e acusação, além dos cinco acusados do crime, entre eles o mandante do crime, José Rubem Firmo, vice-prefeito de Ivanildo.

O crime que chocou e teve repercussão nacional no país, pode ter mais um capítulo doloroso para a família da vítima, pois segundo fontes ligadas aos envolvidos, todos os cincos poderão ter sua liberdade parcialmente decretada pelo judiciário, e assim aguardar o julgamento do processo em casa, o que tem sido alvo de muitas críticas pela população e por grande parte da internet.

A decisão que será executada nesta quarta-feira, 23 de outubro, pelo juiz titular da 2ª Vara Criminal da Comarca de Imperatriz, Marcos Antonio de Oliveira, definirá de que forma Rubem Firmo e os envolvidos no crime bárbaro aguardarão a decisão da pena que foram condenados.

Relembre o caso

Ivanildo Paiva, 57 anos, foi encontrado morto no dia 11 de novembro de 2018, a cerca de 2 km da sede da sua fazenda, na zona rural de Davinópolis. Segundo a polícia, ele foi alvejado com pelo menos sete disparos de arma de fogo. Além disso, a polícia encontrou marcas de tortura em seu corpo. O caso teve ampla repercussão.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.