Em Cururupu

Polícia apreende mais de 250 botijões de gás vendidos ilegalmente

A polícia também prendeu duas pessoas responsáveis pela venda irregular do GLP.
Divulgação/Polícia Civil04/08/2019 às 08h38
Botijões de gás de cozinha apreendidos. / Foto: Divulgação.

CURURUPU – Nessa sexta-feira (2), a Polícia Civil do Maranhão, por meio da 21° Delegacia Regional e 1°Delegacia de Polícia de Cururupu, realizou uma operação para coibir a venda ilegal de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha.

Botijões de gás de cozinha apreendidos. / Foto: Divulgação.

Segundo a polícia, a ação resultou na apreensão de mais de 250 botijões de gás e na prisão, em flagrante, de Raimundo Marcelino Ribeiro e José Raimundo Vale Filho, os quais eram responsáveis pela distribuição irregular do gás.

Os botijões eram vendidos em um comércio de Cururupu. / Foto: Divulgação.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, esse tipo de venda é considerado crime contra a ordem econômica, sendo previsto no Artigo 1º, da lei nº 8176/91, com pena de 1 a 5 anos de detenção.

A polícia destaca que o GLP é um produto altamente inflamável que, quando armazenado em condições inadequadas, pode provocar explosões. Por isso, é importante coibir a venda ilegal desse produto.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.