Inadequada

Coliformes fecais: município deverá adequar a distribuição de água

Excesso de coliformes fecais e ferro na água foram confirmados.
Imirante.com, com informações da Assessoria30/08/2016 às 09h50

CURURUPU - Devido à baixa qualidade da água fornecida aos consumidores de Maracujatiua, o Ministério Público do Maranhão ajuizou uma Ação Civil Pública solicitando à Justiça que obrigue o Serviço Autônomo de Água e Esgoto do Município de Cururupu (Saae) a adquirir, construir ou reformar, no prazo de 30 dias, o sistema de abastecimento de água do povoado.

O sistema deve ter capacidade de remoção dos índices de ferro, para tornar a água própria para o consumo humano. Foi requerido também que o Município de Cururupu implemente, no mesmo prazo, o Programa de Controle de Qualidade da Água Potável, conforme prevê a Portaria Nº 2.914/2011, do Ministério da Saúde.

A manifestação foi proposta pelo promotor de justiça Francisco de Assis Silva Filho. Em caso de descumprimento dos dois pedidos, foi sugerido o pagamento de multa diária no valor de R$ 1 mil.

Coliformes

Para apurar denúncias relativas à qualidade da água fornecida em Maracujatiua, a Promotoria de Justiça da Comarca de Cururupu solicitou ao Saae, à Secretaria de Saúde e ao Conselho Municipal de Saúde, informações e documentação comprobatória sobre análises (físico-química, bacteriológica e biológica) da água da referida localidade.

Em resposta, o Saae encaminhou relatório de análise feito pela Fundação Nacional de Saúde, no qual foi informado que a água de Maracujatiua não atende aos padrões microbiológicos de potabilidade, contendo excesso de ferro e coliformes fecais.

Em seguida, o Saae tomou algumas medidas para melhorar a qualidade da água, mas não foram suficientes, tendo o alto índice de ferro permanecido.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.