Latrocínio

Filho do vice-prefeito de Coroatá foi entregue pela família para polícia

O outro suspeito de envolvimento no latrocínio já foi identificado pela polícia, mas continua foragido.
Imirante.com14/06/2019 às 16h06
Filho do vice-prefeito de Coroatá foi entregue pela família para políciaDomingos Alberto Alves de Sousa Junior, conhecido como "Juninho". (Foto: Divulgação)

COROATÁ - Nesta sexta-feira (14), Domingos Alberto Alves de Sousa Junior, de 18 anos, foi entregue para políca pelo próprio pai, o vice prefeito de Coroatá Domingos Alberto. Ele é suspeito suspeito de matar Gilson Carlos Silva em um bar no povoado Macaúba, na zona rural do município.

Leia também: Filho do vice-prefeito de Coroatá é preso suspeito de homicídio

Após tomar conhecimento do envolvimento de Juninho, como é conhecido pelos parentes, a família não pensou duas vezes em entrega-lo à polícia. O irmão do suspeito o Secretário Municipal de Obras e Infraestrutura, Jorge Adriano, comentou o fato por meio de rede social.

“De fato teve esse acontecido. Eu e meu pai e toda a família não aceitamos. Se for comprovado ele vai pagar pelo ato dele. É uma coisa que a gente não queria que tivesse acontecido, por falta de concelhos não foi, sempre teve do bom e do melhor em casa. É triste, lamentável, mas foi verdade. Nós estamos em choque, imagina a família enlutada”, disse Jorge Adriano sobre o caso.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.