Criança

Mulher é levada para delegacia acusada da morte do próprio filho

A vítima é um bebê, de um ano e 10 meses de idade, e, suspeita de ter morrido por asfixia, em Codó.
Imirante.com10/01/2022 às 16h01
Mulher é levada para delegacia acusada da morte do próprio filhoCriança morre asfixiada na cidade de Codó (Divulgação)

CODÓ - Uma mulher, de 23 anos, foi levada na segunda-feira (10) pelos policiais militares para a Delegacia Regional de Codó suspeita de ter assassinado por asfixia o próprio filho, de um ano e 10 meses.

O sargento da Polícia Militar, Cleomar, declarou que a polícia foi acionada pelo serviço social da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Codó. A denúncia era que uma mulher tinha dormindo, possivelmente sob efeito de bebida alcoólica, em cima do próprio filho, que veio a falecer suspeita de asfixia.

Leia também:

Morre recém-nascido abandonado às margens da BR-316

Recém-nascido é encontrado dentro de caixa de papelão em São Luís

Ainda segundo o sargento, a detida disse para a polícia que foi acordada pelos seus familiares. O seu filho estava desacordado na cama e tinha que ser levado imediatamente para o hospital. O caso foi apresentado na delegacia da cidade e a investigação está sendo coordenada pelo delegado Rômulo Vasconcelos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.