Salvamento

Bombeiros salvam recém-nascido de sufocamento em Chapadinha

Após ser salva, a criança foi entregue aos pais, que foram orientados a procurarem serviço médico.
Imirante.com, com informações do CBMMA14/07/2021 às 23h02
Bombeiros salvam recém-nascido de sufocamento em ChapadinhaCriança foi salva no bairro Terras Duras, em Chapadinha. (Divulgação / 5ª CIBM)

CHAPADINHA - A guarnição da 5ª Companhia Independente de Bombeiros Militar (5ª CIBM), situada no município de Chapadinha, a 245km de São Luís, salvou, na noite de terça-feira (13), um recém-nascido que estava com obstrução das vias aéreas no bairro Terras Duras.

Após ser acionada pela família da criança, a guarnição entrou em contato durante o deslocamento e prestou as devidas orientações para que as manobras de desobstrução fossem iniciadas antes da chegada dos Bombeiros.

Mesmo com as tentativas dos familiares, o recém-nascido estava com a pele azulada quando os bombeiros chegaram ao local. O sargento Albany realizou as técnicas e desobstruiu as vias aéreas do bebê. Após ser salvo, o recém-nascido foi entregue aos pais, que foram orientados a procurarem o serviço médico para uma melhor avaliação.

Além disso, os bombeiros ainda aproveitaram para ensinar a manobra de desobstrução de vias aéreas para os familiares do recém-nascido.

Obstrução de vias aéreas

A OVACE (Obstrução de Vias Aéreas por Corpo Estranho), mais conhecida por engasgamento ou sufocação, é uma das maiores responsáveis pela mortalidade infantil, ocupando o terceiro lugar no ranking de mortes de crianças vítimas de acidentes no Brasil e sendo a primeira causa com crianças com até um ano de idade. Conforme dados da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBPA), todos os dias morrem 15 bebês em decorrência dessa situação. Por isso, é de suma importância que os pais procurem orientação sobre o tema, uma vez que a manobra a ser realizada é bem simples, mas é essencial para salvar a vida do recém-nascido.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.