Serviço

Jucema está com escritório em Chapadinha

No total, o escritório de Chapadinha receberá processos de 29 municípios.
06/10/2009 às 10h13

SÃO LUÍS - A cidade de Chapadinha (localizada a 252 km de São Luís), município referência da região do Baixo Parnaíba, agora conta com um Escritório Regional da Junta Comercial do Estado do Maranhão (Jucema).

Fruto de uma parceria com a Sefaz, o escritório está instalado na Unidade de Apoio Técnico da Secretaria de Estado da Fazenda do município. A unidade está apta a realizar todos os procedimentos do Registro Mercantil, como abertura, alteração e fechamento de empresas, além de autenticação de livros contábeis.

A transformação do posto regional em escritório beneficiará também empresários e contadores de municípios das regiões do Baixo Parnaíba, Alto e Baixo Munim, Baixo Itapecurú, Delta do Parnaíba e região dos Lençóis Maranhenses. No total, o escritório de Chapadinha receberá processos de 29 municípios, como Água Doce do Maranhão, Anapurus, Barreirinhas, Belágua, Brejo, Buriti, Cachoeira Grande, Magalhães de Almeida, Mata Roma, Milagres do Maranhão, Santana do Maranhão, Santa Quitéria do Maranhão, São Benedito do Rio Preto, São Bernardo, Tutóia e Urbano Santos.

A presidente da Junta Comercial, Sueline Moraes Fernandes explicou que a iniciativa é mais um importante passo para o processo de descentralização do registro mercantil que visa, além de aproximar o usuário ao serviço público, dar mais celeridade ao Registro Mercantil e comodidade ao empresariado local. “Dessa forma estamos acelerando o andamento do registro de empresas e diminuindo a burocracia. O escritório de Chapadinha será mais um modelo de modernização da Jucema”, pontuou a presidente.

Para Eneida Dutra, sócio proprietária de um estabelecimento comercial da cidade, a Jucema possibilitou um grande avanço dos serviços direcionados ao setor empresarial e contábil de Chapadinha. A empresária frisou que a abertura de uma filial na região ficará mais ágil com o escritório da autarquia. “São avanços como esse que possibilitam o crescimento dos nossos negócios e, certamente, o incremento da economia da região”, avaliou a Eneida Dutra.

Por estar localizada em uma região plana e próxima da capital, o município de Chapadinha se apresenta como um dos mais promissores do Estado, com grande potencial econômico. Um dos aspectos favoráveis ao desenvolvimento da cidade é ser cortada ao meio pela BR-222, que dá acesso fácil a municípios vizinhos e a capital do Estado, servindo ainda como via natural aos transeuntes dos Estados do Piauí e Ceará que atravessam o rio Parnaíba.

“A cidade tem crescido acima da média, por isso é importante disponibilizar serviços mais próximos do empresariado da região”, reforçou a presidente da Jucema.

Com mais de 70 mil habitantes, a economia é predominantemente baseada no setor de comércio e serviços, cultivo do babaçu e plantações de soja.

Descentralização - O escritório de Chapadinha somou-se a outros quatro disponibilizados pela Jucema no interior do estado para atendimento local. As demais cidades, além da capital, que contam com escritórios são: Imperatriz, Caxias, Barra do Corda e Balsas.

Além dos escritórios regionais, a Jucema possui três postos de atendimento que ficam localizados em Santa Inês, Pinheiro e Bacabal. Outras 13 cidades maranhenses possuem prepostos aptos a atender com qualidade e eficiência os usuários.

De acordo com Sueline Fernandes, a Jucema pretende, até o final do ano, transformar os postos de Bacabal e Santa Inês em escritórios regionais.

As informações são da Assessoria de Comunicação da Jucema

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.