CRIME

Polícia desmonta fábrica de medicamentos clandestina, em Caxias

O medicamento era fabricado de forma indevida, sem manuseio adequadado e com compostos proibidos pela Anvisa.
IMIRANTE.COM. COM INFORMAÇÕES DA SSP-MA26/10/2019 às 14h12
Um homem foi preso durante a ação para desmonte de uma fábrica de medicamentos clandestina. (Foto: Divulgação)

CAXIAS - Em ações contra a criminalidade no município de Caxias, a Polícia Civil do Maranhão, por meio da Delegacia Regional da cidade, e após investigações e monitoramento, fechou, na manhã de ontem (25), uma fábrica clandestina de medicamentos. Na ação, foi preso José Francisco Nunes da Silva, e apreendidos mais de 3 mil rótulos falsos, carimbo, centenas de garrafas vazias e com líquido. O material foi levado para a perícia.

A ação aconteceu no bairro Volta Redonda. No local foram encontrados tampas para garrafas, anotações de quantidades de mais de três mil rótulos falsos, carimbo com datas únicas de fabricação, além de centenas de garrafas vazias, e líquido já pronto. O material apreendido foi recolhido para ser periciado pelo Instituto de Criminalística (Icrim) de Timon.

José Francisco Nundes da Silva foi preso durante a abordagem policial. (Foto: Divulgação)

Durante as investigações, o Delegado Regional de Caxias, Jair Paiva apresentou um mandado de busca e apreensão, que foi expedido pelo juiz da 1ª Vara Criminal do município. Segundo os levantamentos da polícia, os remédios eram falsificados no município de Caxias e cidades vizinhas.

O medicamento apreendido foi reconhecido como sendo fitoterápico produzido como Jalapa, Aguardente Alemã, popularmente conhecida por Garrafada. O remédio era fabricado sem o mínimo de higiene, com uso de álcool 90 graus, proibido para a ingestão humana, sem autorização da Anvisa, e sem qualquer preparo técnico. Os rótulos contêm dados de empresas não existentes, bem como número de CNPJ, responsável técnico e outros.

Materiais que seriam utilizados para a confeção dos medicamentos foram apreendidos. (Foto: Divulgação)

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.