em caxias

PMs são afastados após levarem crianças amarradas à delegacia

As duas crianças, uma de 9 e outra de 10 anos foram levadas em um camburão e amarradas com um corda.
Imirante.com10/03/2019 às 13h41
PMs são afastados após levarem crianças amarradas à delegaciaO caso aconteceu em Caxias, na última sexta-feira (8). (Reprodução)

CAXIAS - Por determinação do Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), os dois policiais que encaminharam duas crianças em um camburão e amarradas em uma corda, foram afastados de suas funções. O caso aconteceu em Caxias, na última sexta-feira (8).

Veja Também:

Vídeo mostra PMs conduzido crianças com mãos amarradas

De acordo com o conselheiro Tutelas, Anderson Feitosa, as duas crianças, uma de 9 e outra de 10 anos não estavam roubando e entraram na casa, que já havia sido arrombada, apenas por curiosidade. “Criança é curiosa e aí eles foram entrar na casa para curiar e quando eles foram sair e uma pessoa já viu eles saindo e já empurrou eles para dentro e foi que começou toda essa história de dizer que as crianças estavam roubando”, afirma o conselheiro.

Para o secretário de Direitos Humanos e Participação Populas, Francisco Gonçalves, a conduta dos policias militares é caso de expulsão. “Os policiais já foram afastados, estão respondendo a inquérito militar e serão julgados. Diante da gravidade do fato é caso para expulsão da corporação, já que cabe a Polícia Militar zelar pela integridade física e pela dignidade das pessoas de acordo com a lei e de acordo com a declaração universal dos direitos humanos. No caso daquelas crianças elas foram violadas na integridade física e na dignidade delas, e isso a legislação brasileira é bastante clara, tanto no Estatuto da Criança e do Adolescente como Súmula do STF”, diz o secrtário.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.