Movimento dos Trabalhadores Sem Terra

Proprietários querem desocupação de fazenda em Carolina

Desde setembro, 52 famílias ocupam a fazenda, e querem a desapropriação de 2 mil hectares.
Imirante Imperatriz, com informações da TV Mirante Balsas.15/10/2014 às 21h02

CAROLINA – Em setembro, 52 famílias de trabalhadores rurais invadiram uma fazenda em Carolina. Agora, os donos da propriedade querem a desocupação das terras, e a situação é tensa no local.

Os trabalhadores, que querem a desapropriação de uma área de 2 mil hectares, estavam morando em um barracão e outros acampamentos montados nas proximidades da fazenda, mas há duas semanas abandonaram o local depois de uma confusão com os donos da propriedade.

Hoje, os trabalhadores estão acampados ao lado da sede da fazenda, o que dificulta um possível acordo entre as partes. O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Inca) já vistoriou a área, mas os trabalhadores reclamam da demora no processo de desapropriação.

Segundo as famílias, há cinco anos elas aguardam a desapropriação da fazenda. Elas afirmam, ainda, que já foram ameaçados pelos funcionários da fazenda, mas dizem que não vão desistir das terras.

O movimento tem o apoio do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Carolina e da Comissão Pastoral da Terra, organização ligada à igreja católica.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.