Operação policial

Criminosos são presos com armas de uso restrito no interior do Maranhão

Dos cinco presos na operação, três são foragidos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.
Imirante.com02/05/2019 às 06h49
Criminosos são presos com armas de uso restrito no interior do MaranhãoQuadrilha presa. (Foto: divulgação)

BREJO – Cinco suspeitos foram presos em flagrante pela Polícia Militar (PM) nessa quarta-feira (1º), portando armas de fogo, munições e drogas. As prisões foram efetuadas no povoado Palestina, na MA-034, próximo ao município de Brejo, localizado a 318,2 km de São Luís.

De acordo com informações da PM, dos cinco presos, três deles são foragidos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Os cinco suspeitos foram identificados como Jenielson Furtado de Oliveira, José de Ribamar Campos Neto, Gonçalo Nascito da Silva, Torquato Cidreira Silva e Romário Cavalcante Viana de Assis. Com eles, os policiais encontraram uma pistola 9 mm, uma pistola .40, além de um carregador de fuzil.

Segundo informações do comandante do 16º BPM de Chapadinha, major Wermeson, uma barreira policial foi montada no povoado Palestina. Ao procederem a revista a veículos, um dos ocupantes, Jenielson Furtado, portava uma arma de fogo de calibre restrito .40. Também no veículo, após ser feita uma busca foi encontrado material semelhante a maconha, uma segunda arma de calibre restrito 9 mm de propriedade de Gonçalo Nascito, um carregador de fuzil calibre 556, ainda havia celulares com áudios, imagens de fuzis, espingardas, revólveres e dinheiro.

Ainda de acordo com a polícia, Jenielson Furtado de Oliveira responde por extorsão mediante sequestro e é foragido do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Já José de Ribamar Campos Neto, responde por homicídio e, também é foragido de Pedrinhas. Gonçalo Nascito da Silva, responde por assalto e, assim como os outros, é foragido do sistema prisional. Torquato Cidreira Silva, responde por porte ilegal de arma de fogo.
Todos os conduzidos, com o material apreendido, foram entregues na delegacia de Polícia Civil de Chapadinha.

A polícia informou que o grupo vinha da cidade de Timon e é suspeita de práticas de assaltos a estabelecimentos bancários.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.