Barreirinhas

Ministro critica Dino por inaugurar aeroporto de Barreirinhas sem governo federal

Gilson Machado, ministro do Turismo, criticou governador do Maranhão pela omissão de informação de que parte dos recursos para o aeroporto de Barreirinhas veio do governo Bolsonaro
Gilberto Léda/Editoria de Política23/11/2021 às 12h28
Ministro critica Dino por inaugurar aeroporto de Barreirinhas sem governo federalGilson Machado criticou Flávio Dino por ele omitir fonte de recurso para obra no aeroporto de Barreirinhas (Divulgação)

O ministro do Turismo, Gilson Machado, fez segunda-feira, 22, uma dura crítica ao governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), por, segundo ele, omitir informações a respeito dos investimentos do governo federal na obra do novo aeroporto de Barreirinhas.

Segundo o Ministério do Turismo, R$ 3,9 milhões dos RS 9 milhões da obra foram enviados pelo governo Jair Bolsonaro.

“O governador do Maranhão inaugurou o aeroporto de Barreirinhas. Governador, tenha hombridade, pelo menos para dizer de onde veio uma parte do recurso, não omita”, disse, durante participação no programa Opinião no Ar, da Jovem Pan.

Machado reclamou da falta de crédito e do fato de o governador haver inaugurado o aeroporto sem a presença de um representante do governo federal.

“Dê crédito a quem tem crédito. O nordestino que é nordestino de verdade não faz isso, nordestino é verdadeiro. Se o presidente Bolsonaro, se o governo federal mandou recurso para o aeroporto de Barreirinhas, eu fazia muita questão de tocar sanfona ao seu lado aí, tocar Asa Branca, botar uma música para o senhor cantar, o senhor escolhe a música que o senhora quer cantar, que eu toco. Agora, inaugurar sem a presença do governo federal: O que é isso, governador? Isso não se faz”, completou.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.