No interior do Maranhão

Polícia Federal investiga suspeita de corrupção eleitoral

A operação ''Caixa Fechado'' apura indícios de compra de votos na cidade de Lago da Pedra.
Imirante.com14/11/2020 às 20h47
Polícia Federal investiga suspeita de corrupção eleitoral De acordo com a PF, o crime teria sido supostamente praticado por um candidato a prefeito do município. (Foto: divulgação)

MARANHÃO - Na manhã deste sábado (14), a Polícia Federal (PF) realizou a operação ‘Caixa Fechado’, com o objetivo de apurar a suspeita de crime de corrupção eleitoral na cidade de Lago da Pedra, a 312 km de São Luís.

De acordo com a PF, o crime teria sido supostamente praticado por um candidato a prefeito do município.

Durante a operação, a Polícia Federal cumpriu três mandados de busca e apreensão com o apoio da Polícia Civil, Polícia Militar e Exército Brasileiro.

A polícia informou que há indícios de que apoiadores de um candidato estariam utilizando uma casa lotérica e um correspondente bancário, que funciona dentro de uma farmácia, para realizar compra de votos.

“O esquema funcionaria da seguinte forma: apoiadores do candidato visitam a casa de eleitores e oferecerem quantia em dinheiro em troca de seus votos. Aqueles eleitores que aceitam a proposta dos apoiadores recebem valores por meio da casa lotérica e do correspondente bancário”, afirmou a PF, por meio de nota.

Ainda de acordo com a PF, a denúncia foi apresentada no Ministério Público Eleitoral, e os mandados foram expedidos pelo magistrado da 74º Zona Eleitoral do município de Lago da Pedra.

O material apreendido será analisado e, se confirmadas as suspeitas, os investigados deverão responder pelo crime de corrupção eleitoral, previsto no Art. 299 do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/65), com pena que pode chegar a 4 anos de reclusão, além de multa.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.