Esperança

Vacina contra Covid-19 começa a ser testada em brasileiros

A vacina é uma das 13 que já estão em fase de teste em humanos; resultado deve sair em setembro.
Imirante.com, com informações do G123/06/2020 às 08h01
Vacina contra Covid-19 começa a ser testada em brasileirosVacina de Oxford é testada no mundo inteiro. (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO - Começaram na última sexta-feira (19) e prosseguiram nessa segunda (22) os testes em profissionais da Saúde de uma vacina contra a Covid-19.

A vacina ChAdOx1 nCoV-19 é uma das 141 candidatas cadastradas na Organização Mundial de Saúde (OMS) e está entre as 13 que já estão em fase clínica de testes em humanos no mundo. Ela é da Universidade de Oxford, no Reino Unido.

Leia mais:

Covid-19: Brasil chega a 1,1 milhão de casos e 51,2 mil mortes

Maranhão registra 1.760 mortes e 70.689 casos do novo coronavírus

A aplicação dos testes está sendo feita em 5 mil profissionais de São Paulo e do Rio de Janeiro. Ao todo, 50 mil pessoas participarão dos testes em todo o planeta. Os resultados devem sair em setembro, e a entrega da vacina logo em outubro.

Apesar da inclusão nesta fase de testes, o Brasil pode ficar de fora das primeiras levas de compra da vacina. Isso porque é necessário que o governo brasileiro assine um acordo com a universidade de Oxford para ter prioridade.

Leia a nota da Fundação Lemann,uma das financiadoras do projeto no Brasil:

Neste final de semana, a Fundação Lemann teve a oportunidade de celebrar com os parceiros envolvidos e especialistas responsáveis, o início dos testes em São Paulo para a vacina ChAdOx1 nCoV-19, liderada globalmente pela Universidade de Oxford. Em São Paulo, onde a iniciativa contou com o financiamento da Fundação Lemann, os estudos clínicos estão sob responsabilidade do Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE), da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), na liderança da Dra. Lily Yin Weckx e com o apoio da Dra. Sue Ann Costa Clemens, responsável pela articulação que colocou o Brasil como o primeiro a integrar a fase de testes para além do Reino Unido. Há um caminho importante a ser percorrido agora pelos especialistas antes de podermos celebrar bons resultados. O que virá depois, ainda não sabemos. Enquanto isso, o foco da Fundação Lemann está em acompanhar a iniciativa. Há muitas pessoas e organizações trabalhando colaborativamente para o sucesso e, junto delas, esperamos dar nossa contribuição para que a pandemia seja superada, com foco e atenção ao Brasil e sua gente, nosso maior compromisso.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.