Coronavírus

Maranhense que estava "presa" em Portugal consegue chegar ao Rio de Janeiro

Em meio ao cenário de fechamento de divisas no Brasil, Dayane Rodrigues ainda tenta voltar a São Luís.
Neto Cordeiro/Imirante.com20/03/2020 às 08h59

RIO DE JANEIRO – A médica maranhense Dayane Rodrigues, que estava em Portugal, sem previsão de retorno ao Brasil, conseguiu chegar, na manhã de hoje (20), ao Rio de Janeiro (RJ).

Ela contou ao Imirante.com que, nessa quinta-feira (19), conseguiu sair de Lisboa (Portugal) para Paris (França). Ela registrou a situação do Aeroporto Charles de Gaulle, um dos mais movimentados da Europa, quase completamente vazio. Por lá, as pessoas estavam preocupadas com possíveis cancelamentos de voos. Veja o vídeo gravado pela maranhense:

Após o desembarque no Rio, Dayane se deparou com o cenário de fechamento de algumas divisas no Brasil. A prefeitura do Rio de Janeiro decretou na quarta-feira (18) situação de emergência no município por causa da pandemia de coronavírus (Covid-19). O governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, decretou o fechamento dos aeroportos para passageiros de voos internacionais ou nacionais com origem no Estado.

Ela relatou que deve chegar a São Luís (MA) na tarde de hoje. “Para São Luís tem poucos voos, e esses ainda estão reduzindo”, afirmou.

Ela ressaltou que conseguiu voltar da Europa pagando caro pela passagem, mas muitos brasileiros que não tiveram condições de voltar, permanecem em situação angustiante e “presos” em Portugal, França e outros países.

“Vou ficar em quarentena porque tenho responsabilidade social como cidadã e representante da classe médica. Já conversei com minha família e vou ficar em hotel,” finalizou.

Matéria atualizada à 10h36 para acréscimo de informações.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.