Em Fortaleza

Policial atira para evitar linchamento de pai e filho

Nas imagens, é possível ver o momento em que o grupo derruba as vítimas da motocicleta arrastando os dois pela avenida.
Imirante.com, com informações do G105/08/2019 às 20h13

FORTALEZA - Uma escrivã da Polícia Civil do Ceará salvou dois torcedores que estavam sendo atacados em uma avenida de Fortaleza. As vítimas, pai e filho, usavam camisas do Ceará e trafegavam pela Avenida Silas Munguba quando foram atacadas.

As agressões aconteceram horas antes antes da partida entre Fortaleza e Ceará pela série A do Campeonato Brasileiro. Não houve registro de boletim de ocorrência e ninguém foi preso.

Segundo o pai, eles estavam a caminho do Estádio quando ouviram os gritos para parar a moto vindo dos torcedores do Fortaleza. “Larguei a moto e fui tentar socorrer meu filho. Foi quando a mulher (policial) apareceu”, disse abalado o pai.

Nas imagens, é possível ver o momento em que o grupo derruba as vítimas da motocicleta arrastando os dois pela avenida. Os agressores estavam andando em um conjunto com pessoas que usavam camisas do time do Fortaleza Esporte Clube.

Em nota, a Polícia Civil do Estado do Ceará informou que a mulher que aparece no vídeo efetuando os disparos é uma escrivã da instituição. A Polícia Civil afirma, ainda, que a policial estava de folga e que os disparos foram feitos para dispersar o grupo que agredia as vítimas.

Não houve registro de boletim de ocorrência e ninguém foi preso. Foto: Reprodução.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.