Em Roraima

Mulher deixa declarações de amor após incendiar carro do ex-namorado

O autônomo informou a polícia que estava com medo de ameaças de morte recebidas pela ex, e que por esse motivo não iria fazer o boletim de ocorrência.
Imirante.com, com informações do G110/03/2019 às 21h10
Carro incendiado pela ex-namorada. Foto: Divulgação.

RORAIMA – Um carro incendiado, uma carta e uma pichação com declarações de amor, esse foi o saldo que um autônomo de 29 anos, da cidade Rorainópolis, no interior de Boa Vista, no Estado de Roraima teve na última semana.

Leia também:

Após ataque de fúria, mulher destrói carro do ex-namorado

Corpo de jovem é encontrado enterrado na casa do ex-namorado

A suspeita de atear fogo no veículo e das declarações é uma manicure de 29 anos, ex-namorada da vítima. A situação ganhou repercussão nas redes sociais após um policial militar da cidade publicar as fotos do carro incendiado, da carta e da mensagem escrita na entrada da casa do rapaz.

"Em Rorainópolis mulher coloca fogo no carro do [ex] namorado e deixa carta de amor dizendo que o ama", disse o tenente da PM, Jefferson Gomes.

Carta de amor deixada pela suspeita. Foto: Divulgação.

De acordo com a polícia, o rapaz informou que acordou, por volta das 5h, com barulho de estalos e foi surpreendido com o seu carro pegando fogo. A vítima disse a polícia que logo em seguida viu a ex saindo do local.

Uma vizinha, também, afirma ter visto a mulher saindo da porta da casa no momento do incêndio.

A carta, encontrada pelo ex debaixo da porta de entrada da casa, continha declarações como “Sem você eu não sou nada”, “Vamos ser felizes sendo uma família” e “Você é o motivo da minha felicidade e nada faz sentido sem você”, segundo informou o PM.

Além da carta, uma escritura deixada em frente a porta de entrada da casa do autônomo dizia “Eu te amo. Você é minha vida”, e ambas assinadas pela suspeita.

Declaração deixada na porta da casa da vítima. Foto: Divulgação.

O Corpo de Bombeiros Militar da cidade ainda chegou a ir à residência e controlar as chamas, mas a maior parte do veículo já tinha sido consumida pelas chamas.

O autônomo informou a polícia que estava com medo de ameaças de morte recebidas pela ex, e que por esse motivo não iria prestar queixa e nem informar o endereço dela.

O caso não foi encaminhado para investigação da Polícia Civil.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.