Barragens

Vale faz instalação da primeira barreira no rio Paraopeba

De acordo com a Vale, o sistema de captação de Pará de Minas será protegido por três barreiras de retenção.
Agência Brasil 02/02/2019 às 14h58
Vale faz instalação da primeira barreira no rio ParaopebaA barreira de contenção tem 30 metros de comprimento. (Foto: Washington Alves)

BRASIL - A mineradora Vale, responsável pela barragem que se rompeu no dia 25 de janeiro em Brumadinho (MG), deixando pelo menos 115 mortos, instalou hoje (2) a primeira membrana no Rio Paraopeba. Segundo informações divulgadas pela empresa, a barreira foi colocada próximo à captação de água da cidade de Pará de Minas, a cerca de 40 quilômetros de Brumadinho.

De acordo com a Vale, o sistema de captação de Pará de Minas será protegido por três barreiras de retenção. As outras duas devem ser instaladas até amanhã. “A empresa ressalta que esta é uma medida preventiva, de modo a garantir que o abastecimento de água do município seja contínuo”, diz o informe.

A instalação está prevista no plano de contenção e recuperação apresentado no dia 30 ao Ministério Público e aos órgãos ambientais. As medidas visam mitigar os efeitos do desastre ambiental em três trechos, sendo o de Pará de Minas na terceira parte, que fica entre Juatuba e a Usina de Retiro Baixo. Segundo os estudos, o local tem “potencial de receber os sedimentos ultrafinos”.

A barreira de contenção tem 30 metros de comprimento, com profundidade de dois a três metros. A estrutura de tecido filtrante evita a dispersão das partículas sólidas, como argila, silte e matéria orgânica, que provocam a turbidez da água.

As cortinas contêm correntes metálicas na parte submersa, que permitem que o tecido permaneça na posição vertical mesmo com o fluxo do rio. Uma boia cilíndrica fica na superfície, o que contribui para a contenção de elementos suspensos na água.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.