Dicas de saúde

Asma na Infância: saiba como fazer o tratamento adequado

Doença pode também surgir em qualquer fase da vida adulta.
Divulgação/Assessoria 25/06/2018 às 15h12

BRASÍLIA - No Brasil, entre 10% e 15% das crianças sofrem com asma, doença do trato respiratório e muito comum na infância, geralmente desencadeada por infecções virais. Os principais sintomas são crises recorrentes de falta de ar, chiado no peito, cansaço e tosse.

Asma não tem cura, mas tem controle e, por isso, é importante manter o tratamento e o uso adequado da medicação. “A medicação utilizada para o controle da doença é contínua e, às vezes, o tratamento é difícil de ser compreendido pelos pais, já que envolve o uso de dispositivos que fazem o remédio ir direto para os pulmões. Após um período sem as crises, muitas famílias abandonam o tratamento por acharem que a criança está curada, o que faz crescer as chances de as crises retornarem”, alerta o especialista Gustavo Falbo Wandalsen, diretor da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI).

Embora seja mais difícil chegar ao diagnóstico da asma nos dois primeiros anos de vida, hoje os especialistas possuem vários métodos para fechar uma análise precisa.

A maioria dos adultos que têm asma apresentaram a doença ainda na infância. Mas ela pode surgir também durante a gestação, na terceira idade, ou seja, em qualquer fase da vida adulta.

“Importante ressaltar que o objetivo do tratamento é fazer com que a criança tenha uma vida normal, praticando todas as atividades comuns à idade. Durante uma crise, há cuidados a serem tomados, mas fora dela é vida normal, desde que o acompanhamento e a medicação correta estejam sendo feitos com o especialista”, explica Dr. Wandalsen.

Sobre a ASBAI

A Associação Brasileira de Alergia e Imunologia existe desde 1972. É uma associação sem finalidade lucrativa, de caráter científico, cuja missão é promover a educação médica continuada e a difusão de conhecimentos na área de Alergia e Imunologia, fortalecer o exercício profissional com excelência da especialidade de Alergia e Imunologia nas esferas pública e privada e divulgar para a sociedade a importância da prevenção e tratamento de doenças alérgicas e imunodeficiências. Atualmente, a ASBAI tem representações regionais em 21 Estados brasileiros.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.