Lava Jato

PF cumpre mandado de prisão na casa de Eike Batista

A operação cumpre nove mandados de prisão no Rio de Janeiro.
Imirante.com26/01/2017 às 05h39

RIO DE JANEIRO - A Polícia Federal e do Ministério Público Federal realizam uma operação, na madrugada desta quinta-feira (26), na casa do empresário Eike Batista. No total, a Operação Eficiência cumpre nove mandados de prisão preventiva, quatro conduções coercitivas e 22 de busca e apreensão .

De acordo com o G1, nesta manhã, o advogado Fernando Martins informou que Eike está viajando, mas ele deve se entregar à polícia. A PF investiga crime de lavagem de dinheiro no valor de cerca de US$ 100 milhões (cerca de R$ 317 milhões).

Além do empresário dono do grupo EBX, são também alvos dessa fase da Lava Jato, no Rio de Janeiro, o ex-governador Sérgio Cabral, que já está preso no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, Wilson Carlos e Carlos Miranda, que também estão presos, além de outras cinco pessoas.

Foi cumprido um mandado de prisão contra Flávio Godinho, da empresa EBX. Há mandados de condução coercitiva contra Maurício de Oliveira Cabral Santos, irmão mais novo do ex-governador, Suzana Neves Cabral, ex-mulher de Sérgio Cabral, Luiz Arthur Andrade Correia e Eduardo Plass.

Os mandados de prisão foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio. A operação é um desdobramento da Operação Calicute.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.