Funcionário se vinga de empresa e dá prejuízo de R$ 7 mi

Terra 09/06/2006 às 13h46

SÃO PAULO - Um funcionário descontente com o próprio salário decidiu se vingar do banco de investimentos em que trabalhava. Roger Duronio instalou um "programa-bomba" nos computadores do UBS Paine Webber e provocou uma perda de dados que deu ao banco um prejuízo de cerca de R$ 7 milhões.

Duronio recebia um salário de US$ 125 mil anuais e esperava um bônus de US$ 50 mil ao final do ano. Quando recebeu apenas US$ 32 mil, decidiu boicotar o UBS, segundo a promotoria do caso, que foi parar na Justiça do Estado de New Jersey, nos Estados Unidos.

O analista de sistemas criou uma bomba lógica que apagou todos os arquivos do servidor no centro de dados da empresa. Depois de derrubar cerca de 2 mil servidores, a bomba derrubou também os computadores em 400 filiais do banco. A queda nos sistemas levou um dia todo para ser resolvida e impediu a realização de milhares de transações e investimentos dos clientes.

Demitido, Duronio agora está sendo processado e pode ser condenado a até 30 anos de prisão.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.