Criminalidade

Treze pessoas são presas por roubo de energia elétrica na região dos Lençóis Maranhenses

Além das prisões, transformadores de energia clandestino foram apreendidos pela Polícia Civil.
Imirante.com, com informações da Polícia Civil15/10/2020 às 18h15
Treze pessoas são presas por roubo de energia elétrica na região dos Lençóis MaranhensesTransformadores de energia clandestino apreendidos na Operação Repouso. (Foto: divulgação / Polícia Civil do Maranhão)

BARREIRINHAS – A Polícia Civil do Maranhão prendeu em flagrante 13 pessoas e apreendeu alguns transformadores de energia clandestinos, em operação realizada de 3 a 10 de outubro, na região de Barreirinhas e Tutóia, no Maranhão.

Segundo informações da polícia, a operação, denominada ‘Repouso’, teve como foco combater furtos de energia elétrica mediante fraude em hotéis, pousadas, restaurantes e outros estabelecimentos, na região dos Lençóis Maranhenses.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, em Tutóia, cidade distante 323 km de São Luís, foram identificados vários imóveis residenciais com ligações clandestinas. Mas, segundo a polícia, os alvos principais da ação foram cinco pousadas situadas na Lagoa do Cassó identificadas com irregularidades, são elas: Pousada Veredas, Pousada Bosque do Lago, Pousada Camping, Pousada Mirim e Bar Lagoa Azul.

Segundo o delegado responsável pela ação, a operação buscou flagrar pousadas em ações criminosas. “Tomamos conhecimento através dos serviços de inteligência e informação, que várias pousadas estavam fraudando o sistema de energia elétrica, principalmente nos finais de semana. Por isso, a operação aconteceu exatamente nesses dias: de sexta-feira a segunda-feira”, ressaltou.

Furto de energia elétrica

De acordo com a Equatorial Maranhão, cerca de 10% da energia adquirida pela empresa é furtada, ocasionando perda de faturamento na ordem de R$ 340 milhões por ano.

Ainda segundo a concessionária, só em 2019, foram verificadas irregularidades em mais de 50 mil unidades consumidoras.

As ligações elétricas clandestinas também preocupam a empresa, já que nos locais em que existem altos índices de furto de energia, parte desse prejuízo acaba sendo revertido em aumento de tarifa, em que todos os clientes pagam pelo dano causado por esse tipo de ação criminosa.

Em casos de suspeita de fraude ou furto de energia elétrica as denúncias devem ser feitas pelo site da Equatorial Maranhão, ou pela Central de Atendimento 116 (ligação gratuita), sem necessidade de identificação por parte do denunciante. Depois de registrada a denúncia, a Equatorial Maranhão encaminhará equipes para as inspeções, conforme prevê a legislação do setor elétrico.

A Operação Sossego foi realizada pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), por meio do Departamento de Defesa de Serviços Delegados (DDSD).

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.