Em Barra do Corda

Réu é condenado por homicídio cometido em 2002

Segundo o Ministério Público, no momento do crime, a vítima estava desarmada e embriagada.
Divulgação/MP-MA21/03/2018 às 14h52
Réu é condenado por homicídio cometido em 2002Antônio Augusto da Silva foi condenado a nove anos e cinco meses de reclusão pelo crime de homicídio privilegiado. (Foto: Divulgação)

BARRA DO CORDA - O Tribunal do Júri de Barra do Corda condenou, nessa terça-feira (20), Antônio Augusto da Silva, mais conhecido como Maribondo, a nove anos e cinco meses de reclusão pelo crime de homicídio privilegiado contra Adriano Almeida de Sousa.

Leia também:

Acusado de assassinar mãe de integrante de facção é condenado a 16 anos de reclusão

Laboratório que errou diagnóstico de exame é condenado por danos morais

Lavrador é condenado por tentar matar ex-companheira

Homem é condenado por matar a namorada do ex-namorado

Após um tumulto no bar de propriedade do condenado, em 28 de abril de 2002, iniciado durante um jogo de baralho, populares desarmaram Adriano Sousa. Em seguida, quando o ambiente já estava calmo, sem motivo aparente, o assassino atirou com uma espingarda no olho esquerdo da vítima, que morreu momentos depois.

Segundo o Ministério Público, no momento do crime, a vítima estava desarmada e embriagada.

Atuou no júri o promotor de Justiça Guaracy Martins Figueiredo. O julgamento foi presidido pelo juiz Antônio Elias de Queiroga Filho.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.