BR-230 librada

Termina manifestação de caminhoneiros pró-Bolsonaro no Maranhão

De acordo com a PRF, não há mais nenhum registro de bloqueio nas rodovias federais que cortam o Maranhão, dando fim à manifestação dos caminhoneiros que teve início na última quarta-feira (8) em todo o país.
Imirante.com11/09/2021 às 07h37
BR-230, em Balsas, foi liberada. / Foto: Divulgação/PRF.

BALSAS – Na tarde dessa sexta-feira (10), a BR-230, que corta o município de Balsas, no sul do Maranhão, foi totalmente liberada. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a rodovia foi liberada após negociação da PRF e da Polícia Militar com os caminhoneiros, que faziam a manifestação em apoio ao governo do presidente Jair Bolsonaro e em protesto ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Saiba mais:

Em Balsas, a BR-230 amanhece parcialmente bloqueada por conta de protesto de caminhoneiros

Protesto de caminhoneiros afeta tráfego na BR-010, em Cidelândia

Bolsonaro pede liberação de rodovias aos caminhoneiros

PRF libera 35 pontos de bloqueio de caminhoneiros em rodovias pelo Brasil

O trecho da BR em Balsas ficou parcialmente bloqueado pelos caminhoneiros durante 48 horas. Segundo a PRF, mais de 600 caminhões ficaram parados na rodovia por causa do bloqueio. A manifestação teria encerrado ainda no fim da tarde de quinta-feira (9), porém a dispersão total dos caminhões só foi concluída na tarde dessa sexta.

“Em Balsas, o trecho foi liberado no final do dia, na quinta (9), mas havia uma concentração muito grande de veículos ainda, porque tinha um total de 500 a 600 caminhões e carretas estacionados. Hoje (sexta) continua ainda uma aglomeração de veículos de carga, porém há previsão de dispersão total para uma e meia da tarde. Não existia bloqueio, não existia mais mobilização da parte deles no sentido de parar caminhões, porém existia lá em Balsas uma concentração muito grande de veículos”, explicou o inspetor da PRF no Maranhão, Antônio Noberto.

Veja imagens da liberação da BR-230 feitas pela PRF

A maioria dos caminhoneiros parados na BR transportava safra de grãos para o Porto do Itaqui e para o Terminal de Embarque de Grãos na Ferrovia Norte e Sul, na cidade de Porto Franco no Maranhão.

“O Estado contou com esse único ponto de interdição aqui em Balsas. Não tivemos outras manifestações significativas, o quanto tivemos aqui na cidade de Balsas. E precisamos negociar bastante com os manifestantes e hoje chegamos aí, depois de mais de 48 horas, ao final da manifestação”, afirmou o inspetor da PRF no Maranhão, Marcelo Silva.

Ainda de acordo com a PRF, não há mais nenhum registro de bloqueio nas rodovias federais que cortam o Maranhão, dando fim à manifestação dos caminhoneiros que teve início na última quarta-feira (8) em todo o país.

BR-230, em Balsas, foi liberada. / Foto: Divulgação/PRF.

As manifestações, registradas no Brasil, defendiam pautas antidemocráticas e contra a Constituição Federal, como a destituição de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e, até mesmo, intervenção militar, o que é inconstitucional.

Entre as suas pautas, os caminhoneiros pediam a redução de impostos sobre o preço dos combustíveis. Todos os caminhões que passavam pela rodovia estavam sendo obrigados a parar no acostamento da BR-230. Apenas era permitida a passagem veículos pequenos, como carros de passeio, ambulâncias e veículos de polícia.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.