reajuste salarial

Professores de Açailândia estão em greve e aulas suspensas

Os servidores da rede pública municipal querem reajuste salarial de 7%.
Tatyna Viana, Imirante.com11/02/2019 às 12h39
Professores de Açailândia estão em greve e aulas suspensasA greve foi aprovada por unanimidade. (Foto: Divulgação)

AÇAILÂNDIA – A greve dos servidores públicos da educação municipal em Açailândia foi aprovada por unanimidade e deflagrada no último dia 7. As aulas deveriam ter iniciado nesta segunda-feira (11) mas não começaram por causa da greve.

Segundo o Sindicato da categoria, a greve foi motivada pela atuação unilateral e arbitrária da gestão municipal com relação às reivindicações da categoria, desde o final de 2018, os servidores grevistas cobram uma série mudanças e principalmente o reajuste salarial de 7%. A prefeitura teria concedido apenas 4,17%.

Na pauta de reivindicações também está a estruturação curricular da rede municipal de ensino, reformulação dos planos de cargos, carreira e salários, adimplemento do terço de férias, designação de comissão para eleições de gestores, e auxílio-transporte.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.