Assassinato

Assassina confessa de PM diz que matou para se defender

Gabriela Ferreira Costa é suspeita de assassinar a tiros o namorado durante uma briga.
Imirante.com01/02/2018 às 08h36
Assassina confessa de PM diz que matou para se defenderGabriela Ferreira Costa, assassina confessa. (Foto: Divulgação)

AÇAILÂNDIA - Gabriela Ferreira Costa, de 18 anos, disse em depoimento à polícia que matou o namorado, o sargento da PM Emanuel de Jesus Araújo Frazão, lotado no 26º Batalhão de Polícia Militar, de Açailândia, em legítima defesa. O crime aconteceu na madrugada dessa quarta-feira (31).

De acordo com informações, o casal se encontrava na casa da vítima, na Vila Ildemar, quando os dois começaram uma discussão, motivada por ciúmes. Em meio à briga, o sargento teria ameaçado de morte a mulher, que conseguiu pegar a arma do policial e alvejá-lo com, pelo menos, oito tiros.

Gabriela disse em depoimento que, quando pegou a pistola, o sargento teria dito que se conseguisse tomar a arma dela a mataria. Foi quando ela decidiu atirar. Após efetuar o primeiro disparo, o namorado correu para o banheiro, ela correu atrás e terminou a execução.

A mulher, em posse da arma do crime, teria rendido um vigilante para levá-la à Praça da Bíblia. Chorando muito, ela dizia que havia matado um policial de nome Araújo. Gabriela ainda tentou fugir, mas foi presa numa van indo para o povoado Pequiá. No momento da prisão, ela ainda estava com a arma do crime e não reagiu.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.