Felicidade

Casamento comunitário para a cidade de Santo Amaro

Equipe de trabalho do casamento contou com 40 pessoas, entre servidores da prefeitura e da Corregedoria Geral da Justiça.
Imirante.com, com informações da CGJ-MA03/11/2015 às 16h47

SANTO AMARO - O Poder Judiciário, com a parceria da prefeitura de Santo Amaro, interior do Estado, promoveu neste final de semana uma cerimônia de Casamento Comunitário. O evento possibilitou a união oficial de 48 casais, todos de baixa renda, moradores da cidade e das localidades situadas na zona rural de Santo Amaro. A festa foi em plena praça pública, no centro da cidade. Os casamentos foram realizados pelos juízes Douglas da Guia, José Augusto, Fernando Jorge e Mário Márcio de Almeida.

Foi o primeiro casamento comunitário realizado pela Corregedoria Geral da Justiça em Santo Amaro, e foi realizada sob os olhares da população do município. A cerimônia teve início com o casamento de Seu Domingos e Dona Aparecida, de 73 e 58 anos, respectivamente. O “sim” foi aplaudido por todos e na hora do beijo “seu Domingos” não teve timidez e arrancou risos e aplausos. “Já são mais de 30 anos juntos e a gente fica feliz de poder casar de verdade, não é?”, disse ele.

No discurso de abertura, a corregedora Nelma Sarney ressaltou a importância da família e citou o casal mais jovem da cerimônia: “Vemos aqui, exemplos como o de Elianderson e Kilma, de 18 e 17 anos, que forma o casal mais jovem. Esse evento é a celebração da cidadania e, também, a celebração de uma conquista na vida de todos vocês”.

“A gente soube do casamento pelos amigos, que espalharam a notícia lá no povoado. Depois, foi só correr pro cartório e dar entrada pra poder participar”, disse Ismael Ataíde, ao lado da noiva Cristiane de Jesus. O casal é do povoado Sororoca. Vieram, ainda, casais de Cumbuco, Rio Grande, Pinto, Bacaba, e outros.

A equipe de trabalho do casamento contou com 40 pessoas, entre servidores da prefeitura e da Corregedoria Geral da Justiça. O evento foi prestigiado por quase toda a população de Santo Amaro, por secretários municipais, vereadores, e pela prefeita Luziane Lopes. A serventia extrajudicial também foi parceira na realização do casamento comunitário.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2017 - Todos os direitos reservados.