Protesto

Expostos a substâncias químicas, moradores da Vila Maranhão temem riscos à saúde

Eles bloquearam a BR-135, perto do Terminal de Cargas, para reclamar dos danos.
Imirante.com, com informações da TV Mirante06/10/2017 às 07h33
Protesto de moradores da Vila Maranhão. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS – Moradores da Vila Maranhão e regiões vizinhas interditaram na manhã desta sexta-feira (6) a BR-135, no trecho próximo ao Terminal de Cargas da Vale. Um sentido da rodovia foi fechado.

Os manifestantes reclamam de substâncias químicas que prejudicam a saúde da comunidade. Eles se vestiram de preto para simbolizar o carvão. O pó desta substância tem trazido danos aos moradores.

Em um cartaz, eles estamparam o medo de que aconteça uma tragédia semelhante a de Mariana (MG). Em novembro de 2015, a barragem de Fundão, da mineradora Samarco, desabou, e a lama de rejeitos proveniente da mineração se espalhou, destruindo os distritos. A onda de lama, também, devastou a vegetação nativa, poluiu a bacia do Rio Doce e deixou 19 mortos.

Após diálogo com representantes da Vale, a via foi liberada, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF-MA). Por meio de nota, a assessoria de Comunicação da Vale informou que o carvão já foi retirado do terminal. Leia na íntegra:

A Vale lamenta pelos transtornos gerados e esclarece que já tomou as devidas providências e retirou todo o carvão mineral acondicionado no terminal de São Luís. O serviço foi concluído na madrugada da última segunda-feira (2/10), desta forma, cessando a emissão do odor.

É importante esclarecer que a operação de transporte de carvão que acontece no terminal de São Luís está licenciada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais - SEMA, e atende os parâmetros de emissão de particulados recomendados pelo órgão.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2017 - Todos os direitos reservados.