No Dia do Estudante

Alunos são detidos por furto e tráfico de drogas dentro de escola

Na mochila de um dos estudantes, a polícia encontrou 114 petecas de maconha.
Liliane Cutrim/Imirante.com*11/08/2017 às 14h25

SÃO LUÍS – Três alunos do Centro de Ensino Dr. Francisco de Assis Ximenes Aragão Filho, no bairro da Vila Embratel, em São Luís, foram detidos na manhã desta sexta-feira (11), por furto e tráfico de drogas.

Dois dos três estudantes são maiores de idade: Fabrício de Jesus Pinheiro Pereira, 18 anos, morador da Vila Embratel; e Robson Lima dos Santos, 19 anos, também morador da Vila Embratel. Já o terceiro estudante envolvido no caso é um adolescente de 17 anos.

Segundo informações do delegado Walter Wanderley, titular do 5º DP no Anjo da Guarda, uma guarnição da Ronda Escolar do 1º BPM foi acionada para averiguar uma denúncia de furto dentro da escola da rede estadual de ensino Francisco Ximenes. Chegando ao local, a PM questionou os alunos sobre o furto, mas ninguém assumiu ter praticado o crime.

Para ajudar no esclarecimento do caso, a direção da unidade escolar mostrou as imagens das câmeras de segurança da escola aos policiais, onde foi possível identificar que o celular havia sido furtado pelo adolescente, o qual repassou o objeto para Robson Lima, que por sua vez deu o aparelho para Fabrício de Jesus.

De posse dessas informações, a PM fez a vistoria na mochila dos alunos para verificar onde estava escondido o celular. Na mochila de Fabrício, a polícia encontrou uma faca afiada, e o jovem afirmou que o objeto era para cortar bambu. Já na mochila de Robson Lima, os policiais encontraram 114 trouxinhas de maconha, prontas para consumo, dentro de uma embalagem de margarina, além de R$ 127, 25 em espécie. Na delegacia, Robson confessou que a droga era para ser vendida dentro da escola.

Já o celular furtado foi achado dentro de um cesto de lixo no banheiro da unidade de ensino. Segundo o delegado Walter Wanderley, o aparelho estava com Fabrício, que ao ver a polícia chegando na escola tentou sair do prédio, mas não obteve êxito. Então, ele foi ao banheiro e descartou o celular furtado dentro do cesto de lixo. As imagens das câmeras de segurança da unidade escolar mostram o momento em que Fabrício entra no banheiro para se desfazer do objeto.

Ainda segundo o delegado Walter Wanderley, Fabrício de Jesus Pinheiro Pereira será autuado por furto e corrupção de menores. Já Robson Lima dos Santos será autuado pelos crimes de tráfico de drogas, furto e corrupção de menores. E o adolescente de 17 anos será autuado por furto.

*Com informações da rádio Mirante AM.

Ouça a entrevista que o delegado Walter Wanderley deu na rádio Mirante AM, contando detalhes do caso.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2017 - Todos os direitos reservados.