Integrante de organização criminosa

Estelionatário é preso dentro de agência bancária no Centro de São Luís

Para deter o criminoso, o segurança do banco chegou a disparar um tiro.
Imirante.com13/07/2017 às 18h26

SÃO LUÍS – Um estelionatário foi preso, na tarde desta quinta-feira (13), dentro de uma agência do banco Santander, no Centro de São Luís.

Segundo informações do delegado-adjunto da Delegacia de Defraudações, Bruno Aguiar, a polícia estava investigando uma organização criminosa que utilizava documentos falsos para retirar dinheiro em agências bancárias. E, nesta quinta, três suspeitos de integrar o grupo criminoso se dirigiram ao banco Santander para tentar fazer um saque de R$ 80 mil. A direção do banco, que já estava ciente da atuação da quadrilha, percebeu a presença dos suspeitos e acionou a polícia.

Antes da chegada dos policiais, dois suspeitos saíram do banco. Já o terceiro homem ficou dentro da agência e, ao perceber que a porta do estabelecimento havia sido trancada pela segurança, o homem fez um gesto insinuando estar armado. Nesse momento, o segurança do banco disparou um tiro para inibir o criminoso, o qual foi detido até a chegada da polícia.

“É importante destacar que não houve tiroteio dentro da agência bancária, como estava sendo divulgado nas redes sociais. O único disparo que houve foi do segurança, que deu um tiro de advertência. E ninguém ficou ferido”, explicou o delegado Bruno Aguiar.

Ainda de acordo com o delegado, o homem foi detido em posse de um documento falso no nome de Joaquim. Na delegacia, o estelionatário afirmou que se chamava José Aristókles da Costa Alencar, no entanto, não apresentou nenhum documento que comprovasse a sua identidade.

“Agora, a gente está investigando se, de fato, esse nome que ele deu é dele mesmo. Além disso, estamos em busca dos outros dois criminosos que saíram da agência antes da chegada da polícia. O que sabemos até agora é que eles iam sacar cerca de R$ 80 mil, utilizando cheques falsos em nomes de terceiros. E tudo indica que esses criminosos não são daqui do Maranhão, por isso, já estamos entrando em contato com as polícias de outros Estados para nos ajudarem nas investigações”, afirmou o delegado.

O homem detido na agência bancária foi autuado, em flagrante, por estelionato, posse de documento falso e associação criminosa, e depois foi conduzido ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Ouça a entrevista que o delegado Bruno Aguiar deu na rádio Mirante AM falando sobre o caso:

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2017 - Todos os direitos reservados.