Calamidade

Buracos em frente à escola prejudicam moradores há um ano, na Cidade Operária

A rua 101 fica cheia de lama, prejudicando alunos, motoristas e pedestres.
Ingrid García / Imirante.com15/02/2017 às 11h11
Situação persiste há mais um ano, dizem moradores. Foto: Ingrid García / Imirante.com

SÃO LUÍS – Uma rua localizada no bairro da Cidade Operária está prejudicando estudantes, moradores e pedestres por conta da quantidade de buracos. Os carros precisam passar por cima da calçada da escola para não caírem nas depressões.

A rua 101, em frente à escola Unidade de Ensino Básico Gov. Jackson Lago, fica completamente cheia de lama após as chuvas, criando poças e prejudicando a passagem dos alunos, motoristas, ciclistas e pedestres.

Carros precisam passar pela calçada para se livrarem dos buracos. Foto: Ingrid García / Imirante.com

Segundo um morador, a situação está assim desde o ano passado. “Esses buracos começaram a aumentar desde as últimas eleições para prefeito, mas até agora não resolveram nada. Quando chove, os carros passam e jogam a lama para a porta da escola e até para as paredes das casas próximas”, conta.

“Ninguém consegue passar aqui quando chove, a rua está completamente tomada pelos buracos em frente à escola. Essa é a situação da rua 101”, denuncia Maura, outra moradora da região.

"Quando chove, a situação piora", denunciam moradores. Foto: Ingrid García / Imirante.com

A reportagem do Imirante esteve no local e flagrou a dificuldade dos carros ao passarem na rua. Veja:

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2017 - Todos os direitos reservados.