SÃO LUÍS
Baixa umidade e tempo seco

Doenças respiratórias podem atacar no período chuvoso

  •  
  •  

Asma, rinite, bronquite e gripe são as doenças típicas desta época.

0
Muita gente com dificuldade de respiração recorre à nebulização.
Muita gente com dificuldade de respiração recorre à nebulização. - Foto: Reprodução

SÃO LUÍS - Com a chegada das chuvas, baixa umidade e tempo seco é preciso ter uma atenção especial com as vias respiratórias, principalmente, com as crianças, que são as que mais sofrem neste período. Asma, rinite, bronquite e gripe são as doenças típicas desta época e medidas simples podem prevenir o seu aparecimento.

“O clima muito seco resseca a mucosa, o ar apresenta vários poluentes, as chuvas baixam um pouco a umidade e o ar acaba não ficando limpo, contribuindo para a chegada das doenças respiratórias, em especial nas crianças até cinco anos que ainda não possuem uma imunidade fortalecida”, explica a pneumologista pediátrica do Hospital Infantil Dr. Juvêncio Matos, Denise Costa Haidar.

A médica faz um alerta, ainda, para o uso do ar condicionado, muito utilizado para minimizar a sensação de calor. “O ar condicionado resseca o ambiente e, com isso, ele desidrata e irrita a mucosa, causando obstrução e dificuldade de respiração”, orienta Haidar.

Rosa Castro, técnica de enfermagem da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Vinhais, diz que por dia, uma média de 50 crianças passam pela sala de nebulização. “As crianças chegam com muita dificuldade de respirar e as mucosas bem ressecadas e feridas, precisando urgente de ar limpo e com a temperatura ideal para recuperar o ritmo da respiração. Neste começo de ano, temos muitos casos por conta da mudança brusca de clima”, explica.

Ana Carolina Gouvéia é mãe do pequeno Felipe de apenas um ano e precisou levá-lo à sala de nebulização da UPA do Vinhais. “Onde moro tem muita poeira e ventania forte. Meu filho sofre para respirar e não dorme direito. Agora com as chuvas e a umidade baixa, ele sente até falta de ar durante o dia”, afirma a mãe do menino.

Prevenção

Para a prevenção de doenças respiratórias, é importante beber água e sucos naturais, manter a vacinação em dia, comer alimentos frescos ricos em vitaminas, lavar as mãos antes das refeições, manter a casa limpa, evitar banhos quentes em crianças, usar creme hidratante e evitar contato com pessoas gripadas.

Segundo a pneumologista Denise Costa, as pessoas que têm rinite, asma ou sinusite crônica sofrem mais com a chegada do período chuvoso. “É preciso se prevenir dos fenômenos que desencadeiam esses tipos de doenças respiratórias como, por exemplo, o mofo e o ácaro, evitar peças que estão muito tempo guardadas”, explica, ao aconselhar a limpeza desses lugares antes do período chuvoso, para que os cobertores estejam limpos para serem usados. “Para as crianças, o cartão de vacinação atualizado é indispensável. Mas para os adultos também é importante atualizar as vacinas”, conta a médica.

Leia outras notícias em imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, Snapchat, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no YouTube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2383.

plantão i

    redes sociais