Maranhenses aderem a novas linhas de consórcios - Imirante.com
Consumidor

Maranhenses aderem a novas linhas de consórcios

Os consórcios cresceram no setor de serviços, como tratamentos médicos.
Imirante.com, com informações da Assessoria28/12/2016 às 09h01
Cirurgia estética pode ser realizada por meio de consórcio. Foto: Reprodução.

SÃO LUÍS - De acordo com dados nacionais, quase 6,5 milhões de brasileiros pagam algum tipo de consórcio atualmente e, do ano passado para cá, o número de novos contratos aumentou 8,6%. Nessa conta, entra um tipo de consórcio cada vez mais comum: o de serviços, como tratamentos médicos.

Uma clínica da capital maranhense, por exemplo, lançou consórcio para quem pretende realizar o procedimento estético e a tão sonhada cirurgia estética. A gerente, Quézia Fernanda Martins França, explica que é possível programar e realizar os procedimentos estéticos que a clínica dispõe via consórcio. Mas para isto, é preciso uma avaliação da equipe médica da clínica, para verificar as condições clínicas do interessado. “A consulta médica é o primeiro passo para que todos os interessados possam se programar e fazer o procedimento estético indicado”, explica.

Gerente Quézia França explica como funciona o consórcio na clínica em que trabalha. Foto: Divulgação.

A adesão ao consórcio é a mesma que se utiliza na compra de carros via consórcio. Na clínica, um consultor de negócios informa todo o protocolo de adesão, ou seja, a quantidade de parcelas, taxas e valores para possíveis lances. “Com a adesão ao consórcio, a pessoa pode contemplada por meio de sorteio mensal, dando lances ou aguardando o término do prazo”, conta a gerente.

De acordo com especialistas, o consórcio de serviços é uma modalidade de compra relativamente nova no país. Desde 2008 dá para financiar, além de carros, cirurgias plásticas, eletrodomésticos, tratamentos odontológicos, serviços de advocacia, viagens e até festas de aniversário.

A professora Ana Carolina conta que sempre sonha em fazer algum procedimento estético no nariz. “Nunca gostei do formato do meu nariz e, agora quando recebi a notícia que é possível fazer um consórcio e pagar em suaves prestações, eu estou animada e já vou agendar a consulta com a médica para verificar se é possível eu fazer o procedimento”, promete.

Quem faz um consórcio tem que ter disciplina, pagar as prestações em dia para evitar multas e saber se programar para realizar o sonho em longo prazo. As taxas cobradas pelas administradoras de consórcio de serviços costumam ser de 0,5% ao mês, bem menores do que os juros dos financiamentos convencionais, como cartões de crédito, por exemplo, que chegam a mais de 15% ao mês.

“Quem se programa paga mais barato. Quem pode se planejar deve sim procurar um consórcio porque vai realizar seus sonhos, e não vai ter preocupação”, finaliza a gerente.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2018 - Todos os direitos reservados.